As pessoas sempre querem saber se estão sozinhas no universo, desde a antiguidade. Milhares de anos já passaram, e apesar de todos nossos avanços tecnológicos, nós ainda estamos distantes de ter certeza sobre o assunto. Geralmente aqueles que acreditam na existência de outras civilizações imaginam que elas estão muito distantes em alguma outra galaxia.

Mas e se eles estiverem nos observando todo esse tempo sem que percebêssemos?

Na década de 50, quando a corrida espacial entre Estados Unidos e União Soviética estava iniciando, os EUA fizeram uma estranha descoberta

desktop-1431459043[1]

Um grande satélite desconhecido (na foto acima) foi detectado em orbita na terra, aparentemente difundindo alguma coisa. A explicação obvia era que a Rússia havia enviado o satélite. Entretanto, nenhuma nação tinha tecnologia para enviar e manter um objeto na orbita naquele tempo.

Não precisa dizer, a descoberta gerou um grande alvoroço midiático. Esse evento ficou marcado como o inicio da fascinação dos americanos por OVNIS.

desktop-1431459039[1]

Apesar da grande atenção que o povo deu ao caso, o governo simplesmente disse que o misterioso satélite era apenas restos de lixo espacial.

Entretanto, isso não evitou que as pessoas continuassem interessadas no misterioso satélite, que ficou conhecido como “Cavaleiro negro”, devido à sua aparência

desktop-1431459040[1]

Ele foi fotografado diversas vezes pela NASA. Acima está uma foto com zoom do objeto. De acordo com astronautas ele pesa cerca de 10 toneladas. O problema é que nenhuma nação tinha tecnologia disponível naqueles tempos pra lançar algo desse porte no espaço.

Talvez realmente seja apenas um pedaço de lixo espacial e isso tudo não passe de especulação. Apesar disso, um astronauta chamado Gordon Cooper relatou à NASA que visualizou o objeto voando na direção da sua capsula durante um voo naquele ano.