O artigo 57 da Constituição brasileira veda a reeleição dos presidentes da Câmara e do Senado. Porém, Rodrigo Maia e Davi Alcolumbre manobram para continuarem presidindo as duas Casas e podem contar justamente com o apoio de ministros do Supremo Tribunal Federal, o guardião da Constituição.

A contradição é abordada no comentário do jornalista Augusto Nunes desta sexta-feira (27). Assista!