No total, serão convocados 1,04 milhão de beneficiários em todo o país para fazer perícia nas agências da Previdência.

As cartas-convite da segunda fase do pente-fino do INSS para aposentados por invalidez com menos de 55 anos de idade e 15 anos de benefício começarão a ser enviadas nesta sexta-feira. De acordo com o Ministério do Desenvolvimento Social, pasta à qual o INSS está vinculado, nesta primeira leva serão enviadas 22.057 convocações para todo país.

No Rio, serão 1.125. O critério, segundo informou o ministério, será igual ao das convocações para as revisões do auxílio-doença, serão chamados primeiro os mais novos. A expectativa, segundo o MDS, é que até a segunda quinzena de setembro todos os agendamentos sejam feitos. 

No total, serão chamados 1,04 milhão de aposentados por invalidez em todo o país para fazer perícia nas agências da Previdência. Deste total, 72 mil são do Rio. 

Inicialmente, o pente-fino abrangeria um total de 1,175 milhão de segurados no Brasil. Mas devido à alteração da legislação que implementou o programa, a idade de quem deixaria de ser convocado baixou de 60 para 55 anos com 15 anos de recebimento do benefício. Daí a diferença de mais de 170 mil pessoas que ficarão de fora da revisão das aposentadorias por invalidez. 

Ao receberem a correspondência, os segurados terão cinco dias úteis para agendar a perícia pela Central de Atendimento 135. Caso não sejam encontrados no endereço que consta no cadastro do instituto, os aposentados serão convocados por edital no Diário Oficial da União (DOU).