Após citação Witzel tem dez sessões para apresentar defesa

A Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj) marcou para quinta-feira (18) a instalação da comissão especial que analisará o pedido de impeachment do governador Wilson Witzel. A comissão é formada por deputados dos 25 partidos com representação na Casa.

O presidente da Alerj, deputado André Ceciliano (PT), informou, por meio de nota, que pretende citar e entregar cópia do processo ao governador apenas depois da instalação da comissão.

O prazo de dez sessões para a apresentação de defesa só começará ser contado após o recebimento da citação pelo governador.

Processo

A Alerj aprovou no dia 10 o início do processo de impeachment do governador Wilson Witzel, por crime de responsabilidade. A votação aconteceu de forma remota. Foram 69 votos pela abertura do processo e nenhum contra. Só um deputado, do total de 70 parlamentares, não compareceu à sessão virtual. 

Witzel é suspeito de envolvimento em compras fraudulentas e superfaturadas de equipamentos e insumos para o combate à pandemia da covid-19, o que ele nega.

Fonte: Agência Brasil

Está formada a comissão especial que julgará o impeachment de Wilson Witzel (PSC). São 25 membros, vejam os nomes. ?

1. Luiz Paulo (PSDB)
2. Enfermeira Rejane (Pc do B)
3. Dionísio Lins (PP)
4. Renan Ferreirinha (PSB)
5. Carlos Macedo (Republicanos)
6. Chico Machado (PSD)
7. Márcio Canella (MDB)
8. Val Ceasa (Patriotas)
9. Waldeck Carneiro (PP)
10. João Peixoto (Democracia Cristã)
11. Martha Rocha (PDT)
12. Subtenente Bernardo (PROS)
13. Brazão (PL)
14. Marcus Vinícius (PTB)
15. Rodrigo Bacellar (SDD)
16. Marcos Abrahão (Avante)
17. Léo Vieira (PSC)
18. Alexandre Freitas (Novo)
19. Eliomar Coelho (PSOL)
20. Marina Rocha (PMB)
21. Valdecy da Saúde (PTC)
22. Bebeto (Podemos)
23. Dr. Deodalto (DEM)
24. Welberth Rezende (Cidadania)
25. Gustavo Schmidt (PSL)