Colisão entre ônibus e carreta foi na SP-304, em Ibitinga. Prefeitura de Borborema decretou luto de três dias.

A prefeitura informou também os nomes dos outros seis adolescentes que morreram: Angelo Mateus Geraldo, Gabriela Cristina da Silva Rodrigues, Nicanor de Freitas Junior, Tainá Brenda Ferreira, Thayro Matheus da Silva Polimeno e Felipe Gonçalves Rossi.

A Santa Casa de Ibitinga recebeu oito adolescentes, sendo que três estão em estado grave. Não foram divulgados detalhes sobre esses pacientes. Outro número não informado de estudantes foi levado ao Hospital de Borborema.

Segundo a prefeitura, a cidade, de cerca de 15 mil habitantes, vive um clima de comoção. O comércio decidiu fechar as portas em solidariedade às famílias das vítimas e as escolas suspenderam as atividades. Bandeiras foram colocadas a meio-mastro. A prefeitura de Borborema decretou luto oficial de três dias.

O ônibus, que levava adolescentes da Escola Estadual Dom Gastão Liberal Pinto, bateu no caminhão de óleo vegetal às 23h30 de ontem (27), na Rodovia Deputado Leônidas Pacheco Ferreira (SP-304), altura do quilômetro 368, em Ibitinga. Com a colisão, o caminhão pegou fogo.

De acordo com a polícia, os alunos da cidade de Borborema voltavam de São Paulo, onde visitaram uma exposição da Bienal. Três ônibus voltavam em comboio do passeio e, segundo as autoridades, dois veículos voltaram por um caminho diferente do ônibus que se acidentou, passando por Itápolis.

De acordo com a administração municipal, o velório coletivo será no Ginásio de Esportes da cidade, em horário a ser definido.

Carreta atingiu ônibus que transportava estudantes e professores de Borborema; cidade decretou luto de três dias

  • Frente e lateral do ônibus ficaram destruídas

Faça o seu comentário