Grupo Urca Energia vai investir cerca de R$ 500 milhões até o fim de 2023 em Seropédica

0
117

O Grupo Urca Energia vai investir cerca de R$ 500 milhões até o fim de 2023 na expansão da planta de Seropédica (RJ), a maior do país, que passará de 120 mil m³/dia para 200 mil m3/dia de biometano até final de 2023.

Os recursos serão usados ainda na transformação das térmicas a biogás de Nova Iguaçu e São Gonçalo em plantas para a produção de biometano; em uma nova planta de CO2 verde food grade, a primeira do Brasil oriunda de aterros sanitários; na expansão da capacidade de geração de energia elétrica renovável; além de melhoria da logística da Urca Gás, outra associada da holding. O investimento nas três usinas — Seropédica, Nova Iguaçu e São Gonçalo – gerará 400 mil m³ de biometano/dia, consolidando a liderança nacional do Grupo Urca Energia na produção deste combustível.

Para marcar o crescimento do negócio e os próximos aportes, o Grupo Urca está reformulando a sua marca. O objetivo é reforçar seu posicionamento, destacando o compromisso com a energia limpa, renovável e com soluções inteligentes que permitam apoiar a transição energética das empresas brasileiras. O processo de branding, que durou oito meses e ficou a cargo das empresas Azait e Equity Design, alcançou também, além da holding, as empresas associadas: Gás Verde, EVA Energia, Urcaurca 1 Trading e Urca Gás.

Todo investimento em energia limpa e sustentável que o Grupo Urca Energia realiza visa trazer vantagens para o meio ambiente e apoiar as empresas em suas transições para uma matriz mais limpa, contribuindo para que o país atinja suas metas de redução de emissões de Gases do Efeito Estufa (GEE). A nossa operação vai evitar a emissão de 500 mil toneladas de gás carbônico equivalente no país até 2023. São ações inteligentes oferecidas aos nossos clientes e que nos permitem gerar bons negócios. Esse é o nosso contexto de atuação”, disse o diretor-executivo do Grupo Urca Energia e CEO da Gás Verde, Marcel Jorand. De acordo com o executivo, o Grupo Urca Energia deve fechar este ano com receitas de R$500 milhões. Para 2023, a expectativa é dobrar esse faturamento, alcançando a marca de R$1 bilhão.

Para lembrar, o Grupo Urca Energia possui dez plantas de biogás e biometano, além de 47 biodigestores em operação em unidade de geração de energia elétrica renovável a partir de dejetos de suínos em Mato Grosso. São 40MW de capacidade instalada de energia renovável, além de controlar a maior produtora de biometano do Brasil.

Também foi responsável pelo cancelamento voluntário de 2,3 milhões de crédito de carbono da primeira termelétrica carbono neutro do Brasil. O grupo também tem projetos para ampliar a potência instalada de energia elétrica gerada a partir de biogás de aterros sanitários e de dejetos do agronegócio. “Mesmo com os novos investimentos, continuamos observando de perto o mercado em busca de oportunidades que aliem bons negócios e impacto positivo ao meio-ambiente. Por isso, estamos também mirando na expansão da operação das nossas associadas Gás Verde e EVA Energia em outros estados”, afirmou Marcel Jorand.