Foi realizado nesta última segunda–feira (21/7) na Câmara Municipal de Seropédica a Capacitação de Agentes Comunitários de Saúde no combate a Leishmaniose. O Coordenador de Combate à Tuberculose, Adalberto Pacheco foi quem ministrou o curso para 32 Agentes Comunitários de Saúde do Município, e na próxima segunda feira (28/07) mais 35 Profissionais de Saúde serão capacitados.

O Secretário de Saúde e Defesa Civil Marcus Baroni disse: “Além dos Agentes Comunitários de Saúde estaremos capacitando também líderes comunitários, e Associação de Moradores para que possam somar conosco nesta luta, a capacitação visa preparar os agentes de saúde na suspeição de casos de leishmanioses (tegumentar e visceral) como também da ¹esporotricose doença causada por um fungo do Gênero Esporothrix , cuja lesão se confunde muito com a da leishmaniose, contribuindo para agilizar na prevenção e, se necessário no tratamento de ambas as doenças” destaca o Secretário.

O Subsecretario de Saúde Wagner Teixeira disse: “A leishmaniose é uma ²antropozoonose, ou seja, ocorre principalmente em animais silvestres sendo transmitida ao homem através dos dípteros do Gênero Lutzomyia (moscas), em geral conhecidas como mosquito palha. Embora tenha ocorrência em todo o País, é considerada a endemia que apresenta maior incidência depois da dengue”. Concluiu.

  • A ¹esporotricose é uma micose provocada pelo fungo da espécie Sporothrix schenckii. Chega a afetar os vasos linfáticos, a pele e até a alguns órgãos internos, como o pulmão, ossos e cérebro. A micose é mais frequente em lugares de clima temperado e úmido e o fungo vive na natureza, sendo transmitida através de felinos como o gato, roedores e insetos. O fungo encontra-se instalado na vegetação e entra no organismo através de rupturas na pele Portanto é uma doença ocupacional que pode atingir pessoas do campo, que manipulam rosas por exemplo. É difundida por todos os continentes.
  • ²Antropozoonose: Doença que se transmite de um animal ao homem ou vice-versa em condições naturais. Entre as doenças que afetam primariamente os animais e que às vezes podem transmitir-se ao homem, destacam-se o carbúnculo, a raiva e a leptospirose.

234