Operação deflagrada ontem teve o presidente Lula como principal alvo

Documentos de computador, contratos e agendas são alguns dos materiais apreendidos na 24ª fase da Lava-Jato, nesta sexta (4), e que começaram a ser analisados já no sábado (5) pela Polícia Federal. As buscas de sexta tiveram como principais alvos o ex-presidente Lula, três filhos dele e o presidente do Instituto Lula, Paulo Okamoto.

lula pf

De acordo com o G1, as investigações têm o objetivo de provar que o líder petista teria se beneficiado de esquemas de desvios de dinheiro da Petrobrás, além de ter ganho um sítio em Atibaia e um apartamento no Guarujá como recompensa a eventuais vantagens concedidas a construtoras como Odebrecht, OAS e UTC durante o governo dele.

Ainda na sexta, após o depoimento na PF, Lula negou ser dono dos imóveis e criticou a condução coercitiva que o levou a depor.

“Se o juiz [Sérgio] Moro e o Ministério Público quisessem me ouvir, era só ter me mandado um ofício e eu ia como sempre fui porque não devo e não temo”, afirmou, também segundo o G1.

Fonte: http://www.noticiasaominuto.com.br/