O problema da equipe santista era, sobretudo, de produção. Victor Ferraz até que procurou investir pela esquerda, mas sem objetividade
Fluminense derrota o Santos e termina a rodada em 3º lugar

O Santos conheceu nesta quinta-feira (02) a sua segunda derrota consecutiva no Campeonato Brasileiro – a quarta na competição. O time fez um primeiro tempo ruim e melhorou bastante no segundo, mas não conseguiu segurar o eficiente ataque do Fluminense e perdeu por 2 a 1 no estádio do Maracanã, no Rio, pela 10.ª rodada. Com o resultado, a equipe paulista caiu para a 16.ª colocação, na porta da zona de rebaixamento, com 10 pontos. O clube carioca é terceiro, com 20.

Marcado por uma troca insistente de passes – quase sempre laterais ou para trás -, o primeiro tempo de jogo foi monótono. A rigor, e com boa vontade, o Santos teve uma única chance de gol nos primeiros 45 minutos. Foi aos 24, quando Lucas Lima cruzou da esquerda e Thiago Maia mandou de puxeta para fora.

O problema da equipe santista era, sobretudo, de produção. Victor Ferraz até que procurou investir pela esquerda até os 30 minutos, às vezes trabalhando a bola com Geuvânio, mas sem objetividade. Pelo corredor central, Ricardo Oliveira cadenciava o jogo e tentava distribuir a bola na frente, sem sucesso. Pela direita, Gabriel era figura nula.

Do outro lado, o Fluminense era um pouco mais eficiente. Não que produzisse muito mais em termos ofensivos – foram duas chances de gol na primeira etapa -, mas o time tinha o controle das ações. O placar foi aberto aos 39 minutos. Antônio Carlos lançou a bola da defesa para Gerson, o meia dominou no peito pela direita, foi à linha de fundo e cruzou na primeira trave, onde Fred, livre, cabeceou no ângulo esquerdo.

O jogo melhorou na etapa final. Logo aos 4 minutos, Gerson chutou à esquerda de Vladimir. E, aos 8, Gabriel fez em um lance tudo o que não fizera no primeiro tempo. O atacante pegou a bola pela direita, livrou-se de três marcadores e cruzou para Ricardo Oliveira empatar a partida.

Com o empate, a partida ficou franca. Wagner e Fred tiveram boas chances para o Fluminense, enquanto que Rafael Longuine obrigou Diego Cavalieri a fazer boa defesa. O jogo ficou imprevisível. Até que, a partir dos 30 minutos, o técnico Enderson Moreira mandou o time para frente. Colocou em campo Lucas Gomes e Gustavo Scarpa. E, aos 35, Scarpa cruzou e Lucas, de cabeça, marcou o gol da vitória do time tricolor carioca.

FICHA TÉCNICA

FLUMINENSE 2 x 1 SANTOS

FLUMINENSE – Diego Cavalieri; Wellington Silva, Antônio Carlos, Marlon e Giovanni; Edson, Jean, Wagner (Pierre) e Gerson (Gustavo Scarpa); Marcos Junior (Lucas Gomes) e Fred. Técnico: Enderson Moreira.

SANTOS – Vladimir; Daniel Guedes, Werley, Paulo Ricardo e Victor Ferraz; Thiago Maia, Rafael Longuine(Serginho) e Lucas Lima; Geuvânio (Nilson), Ricardo Oliveira e Gabriel. Técnico: Marcelo Fernandes.

GOLS – Fred, aos 39 minutos do primeiro tempo; Ricardo Oliveira, aos 8, e Lucas Gomes, aos 35 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS – Wagner e Gerson (Fluminense); Werley, Thiago Maia e Daniel Guedes (Santos).

ÁRBITRO – Ricardo Marques Ribeiro (Fifa/MG).

RENDA – R$ 325.100,00.

PÚBLICO – 11.437 pagantes (13.002 no total).

LOCAL – Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ).