O presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), afirmou que os deputados não estão contra os governadores ao aprovar proposta que tornou fixo o valor do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) para combustíveis.

Segundo o congressista, são circunstâncias excepcionais e a Câmara precisa agir quando os brasileiros pedem providências, como os constantes aumentos nos preços dos combustíveis, a inflação e o desemprego.

“A Câmara não está contra os governadores, mas sim a favor dos governados – o povo que nos elegeu, brasileiros que sofrem com a inflação e desemprego e que precisam agora desse apoio , como precisaram ano passado do auxílio emergencial”, declarou.

Os mandatários estaduais estudam ingressar com ações no Supremo Tribunal Federal (STF) questionando a aprovação do projeto que altera a forma de cobrança do imposto.

 

Fonte: Expresso Diário