terça-feira, 9 agosto 2022
Quatro homens são mortos a tiros por policial militar em pizzaria

Quatro homens são mortos a tiros por policial militar em pizzaria

Motivo e as circunstâncias do desentendimento ainda estão sendo apurados pela Polícia Civil. PM alega legítima defesa

Quatro homem foram assassinados dentro de uma pizzaria na Avenida Manoel Elias, em Porto Alegre, na madrugada deste domingo (13).

Segundo a Polícia Civil, um policial militar se apresentou e assumiu a autoria dos disparos. As informações são da RBS TV. Ainda de acordo com a Civil, o homem teria se desentendido com o grupo de seis pessoas, quatro homens e duas mulheres. O motivo e as circunstâncias do desentendimento ainda estão sendo apurados.

Integrante do 20º Batalhão de Polícia Militar, o PM se apresentou na Delegacia de Polícia de Pronto-Atendimento (DPPA) com a arma e, em depoimento, disse que agiu em legítima defesa. As quatro vítimas, que estavam desarmadas, são da mesma família: Alexsander Terra Moraes, 26 anos, Cristiano Lucena Terra, 38 anos, Christian Lucena Terra, 33 anos, e Alisson Corrêa Silva, 28 anos. 

O desentendimento iniciou em uma festa em uma residência próxima do estabelecimento, na Avenida Manoel Elias, no Bairro Mario Quintana. Na versão do policial, ele conta que saiu correndo da casa, foi perseguido por quatro homens e duas mulheres e buscou refúgio na pizzaria. 

A discussão que culminou na morte de quatro pessoas foi filmada por câmera internas da pizzaria. O vídeo mostra o PM se escondendo do grupo em um banheiro da pizzaria e sendo perseguido por quatro homens e duas mulheres. Os homens abrem a porta, invadem o banheiro, e os disparos iniciam. As duas mulheres se afastam ao ouvir os tiros, e, após os atingido os quatro homens, o PM sai apontando a arma para as duas. Nenhuma delas se feriu.