A operadora ferroviária estatal alemã Deutsche Bahn e a Siemens Mobility estabeleceram uma parceria chamada de H2goesRail para testar a tecnologia do hidrogênio no setor ferroviário. A transportadora está convertendo um de seus locais de manutenção para permitir a manutenção da composição.

A Deutsche Bahn afirma que deseja usar trens a hidrogênio para substituir os comboios a diesel em rotas regionais, o que traria uma redução das emissões de dióxido de carbono durante as operações. Como parte dessa parceria, as duas empresas vão testar um comboio do tipo por um ano. O trem funcionará na área de Tübingen, na Alemanha, e está sendo apoiado pelo Ministério dos Transportes de Baden-Württemberg. O Ministério Federal dos Transportes (BMVI) também sugeriu que poderia apoiar o projeto. O modelo será o Mireo Plus, contendo dois carros alcance de 600 km.

O Mireo Plus H será equipado com uma célula de combustível e uma bateria de íon-lítio. A versão de três carros teria um alcance de 1000km. A velocidade máxima do Mireo Plus H é 160km/h. A Siemens Mobility afirma que os custos do ciclo de vida do trem seriam mantidos baixos graças aos baixos custos de manutenção e serviço.

“Este projeto é mais uma prova de que a Deutsche Bahn não é apenas uma empresa de mobilidade, mas também uma empresa de tecnologia. O fato de estarmos fabricando o hidrogênio localmente com eletricidade verde e de estarmos reabastecendo o trem tão rapidamente quanto um trem a diesel demonstra que a transição de transporte ecologicamente correta é possível. Temos que reduzir nosso uso de combustíveis fósseis a zero. É a única maneira que o DB pode se tornar neutro para o clima até 2050. Não estaremos operando um único veículo movido a diesel convencional nesse momento.” – afirmou Sabina Jeschke, Chefe de Digitalização e Tecnologia da DB.

Fonte: https://viatrolebus.com.br/2020/11/alemanha-siemens-faz…