Foi realizado nesta Sexta-feira Santa, Celebração da Via Sacra na Igreja do Cruzeiro da Paroquia Nossa Senhora das Graças em Seropédica. O Padre Paulo Sergio designou vários membros da Igreja para fazer a leitura de cada uma das 14º Estações do Sofrimento de Jesus Cristo. (Obs: a 15º Estação e Celebrada no domingo de Pascoa na Ressurreição de Jesus.)  

Senhor Jesus, queremos nesta via-sacra seguir vossos passos no caminho para o Calvário. Neste longo e tenebroso trajeto, suportastes dores, injúrias e humilhações. Ajudai-nos a meditar estas estações com muita fé e devoção. Queremos aprender de vós a fidelidade a Deus, mesmo diante das dificuldades que nos cercam ao longo da vida. A “via dolorosa” é essencialmente um exercício de piedade e devoção, um caminho que nos permite purificar nossos passos no vosso seguimento. Que esta via Crucis aumente em nós o amor a Deus e aos irmãos.  

O Padre Paulo Sergio falou que de acordo com a tradição Católica, este é o único dia do ano em que não é realizada a Santa Missa. O ritual de adoração à Jesus na Cruz Crucificado começou logo após ser percorrido as 14 estações.  

“Neste dia, a igreja em memória de Jesus Cristo não celebra a Eucaristia, mas tem uma ação litúrgica em que se proclama o evangelho da Paixão do Senhor, segundo São João. Em seguida, foi realizado a apresentação da cruz aos fiéis, para um momento de adoração. Isso tem um sentindo sacramental, isto é, nós precisamos de elementos que podemos tocar, ver, sentir, mas o que adoramos na verdade é o mistério da redenção” 

“É importante lembrar algumas palavras de Jesus, quando ele diz o grão de trigo que cai na terra e não morre, não produz frutos, se morre, produz frutos. Jesus cai na terra. A cruz é a morte de Jesus Cristo e o fruto dessa morte é a vida, que ele nos oferece, a ressurreição, maior dom que Deus nos deu por meio do seu filho”, destaca. 

Após a Comunhão, todos os fiéis saíram em silencio da Igreja, demonstrando respeito e amor a Cristo Crucificado. 

 

 

Faça o seu comentário