Em tempos de negação da ciência e de fatos históricos, a ‘Mostra SP de Fotografia’ ocupou algumas ruas da Vila Madalena, em São Paulo, com registros de artistas comprometidos com o meio ambiente.

– Canudos não são maior problema: redes de pesca geram 46% do plástico nos oceanos

A intenção do evento, que teve nona edição encerrada no domingo (4), é mostrar, sem meias palavras, os efeitos da poluição provocada pelo uso desenfreado de plástico. Rios, desertos, florestas, o meio ambiente como um todo sofre com agressões que parecem não ter fim.

As consequências são devastadoras. Cerca de 80% do lixo despejado em rios como o Tietê, em São Paulo, na Baía de Guanabara, no Rio de Janeiro ou em mares mundo afora, são gerados nas grandes cidades.

Um estudo publicado pelo Boletim da Poluição Marinha afirma que a poluição marinha por plástico gera prejuízo de 2,5 trilhões de dólares por ano. Anualmente, os oceanos recebem cerca de 8 milhões de toneladas de objetos plásticos.

1. Represa Billings, SP, por Apu Gomes: 

2. Recife: Canal do Arruda por Diego Nigro/JC 

3. Enchente do Rio Negro, Amazonas, por Rapahel Alves 

4. O plástico em Fernando de Noronha por Luiza Sampaio 

5. Justin Hofman: Cavalo marinho e o plástico na Indonésia

 

Faça o seu comentário