As sucessivas e insistentes queimadas continuam trazendo graves consequências as cidades, além do prejuízo ambiental, com a destruição da fauna e flora, há danos à saúde das pessoas, principalmente para aquelas que têm problemas respiratórios crônicos, ameaça residências e prédios comerciais, as redes de distribuição de energia elétrica, telefonia e internet, entre outras. O tempo seco é outro agravante.

Além disso tudo, praticar queimadas configura crime ambiental, ainda que seja em propriedade particular, e os responsáveis estão sujeitos a multa e, em alguns casos, até a prisão. Há leis estadual e municipal específicas para coibir essas ocorrências em áreas públicas ou particulares.

Somente em agosto, o Corpo de Bombeiros de Seropédica atenderam varias ocorrências, a maioria eram fogo em vegetação. Os demais atendimentos foram incêndios em veículos, um em residência e outros acidentes nas estradas.

A maior parte dos incêndios é provocada pela ação do homem, de maneira acidental ou intencional. As causas mais comuns são queimada para limpeza de terreno ou destruição de lixo, cigarros descartados acesos às margens de rodovias e soltura de balões.

Em relação aos cuidados com a saúde, é preciso manter o corpo hidratado. Beber água com frequência e, com a umidade do ar baixa, evitar a praticar exercícios físicos ao ar livre.

Além disso, há muitas manifestações das redes sociais e grupos de WhatsApp com indignação e desabafos.