Novo protocolo inclui testes de Covid-19 para todos os colaboradores, medição de temperatura corporal antes da jornada de trabalho e desinfecção de ambientes

O lixo não para de ser produzido por quem está em casa e por quem precisa sair para trabalhar, nem nos momentos mais difíceis da pandemia. E, para dar uma disposição segura e sustentável a esses resíduos, evitando mais problemas de saúde pública e impactos ambientais, todos os funcionários da Ciclus Ambiental, empresa responsável pelo transporte e tratamento do lixo da cidade do Rio de Janeiro, vão ser testados para Covid-19 e mantêm suas atividades com medidas de segurança ampliadas.

Os serviços da Ciclus são essenciais e não podem ser paralisados. Seguindo as cautelas necessárias, a empresa providenciou testes para os colaboradores, que trabalham com cerca de 10 mil toneladas de lixo que chegam do Rio e de outros municípios e clientes à Central de Tratamento de Resíduos (CTR-Rio), em Seropédica. Além disso, todos os dias, no início do expediente, os funcionários passam por uma medição de temperatura corporal, para que haja confirmação de que estão bem e aptos a trabalhar.

O uso de máscaras de proteção, fornecidas pela empresa, é obrigatório para a circulação na CTR. Em um local destinado à gestão do lixo, torna-se ainda mais importante reforçar procedimentos de higiene para garantir o bem-estar de todos: novos pontos para higienização das mãos foram instalados, e a desinfecção dos ambientes de trabalho está sendo feita por uma empresa especializada.

A partir da ampliação do horário de almoço, menos colaboradores estão ficando no restaurante da empresa ao mesmo tempo, possibilitando um distanciamento maior. Já os funcionários que fazem parte dos grupos considerados de risco estão trabalhando no esquema de home office ou entraram de férias para reduzir a exposição ao vírus. As mesmas medidas foram tomadas com outros grupos de colaboradores, a fim de minimizar o fluxo de pessoas dentro da CTR.

A conscientização sobre o COVID-19, com o intuito de reiterar condutas de segurança e diminuir os índices de contágio, é enfatizada no ambiente de trabalho da Ciclus. Por meio de banners, informativos digitais e físicos, e acompanhamento de profissionais de saúde, os funcionários têm acesso a todas as informações necessárias para o próprio bem-estar, dos seus colegas e das suas famílias.

As soluções da Ciclus para lidar com a crise do coronavírus também estão disponíveis no vídeo: https://www.youtube.com/watch?v=m9pyAorUyRs&t=42s.

Sobre a Ciclus Ambiental

A Ciclus é a concessionária do Município do Rio de Janeiro para o transporte, tratamento e destinação final de todos os resíduos da cidade, além de receber resíduos de outros municípios e clientes. A empresa opera uma Central de Tratamento de Resíduos (CTR Rio), em Seropédica, onde o lixo é disposto em um aterro sanitário bioenergético e poluentes são transformados em ativos econômicos, como biogás e água para a indústria.

Faça o seu comentário