Após as interdições executadas pelo Corpo Técnico da Prefeitura Municipal de Seropédica, foram expedidos notificações aos órgãos de interesse da Passarela sobre a linha férrea. Após ciência dos órgãos competentes a MRS Logística através de seus representantes apresentaram convenio firmado visando autorização para execução da passarela firmado em 2000, (Convenio 032/00) que prevê clausulas que atribuam a manutenção, prevenção e reparos pela Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, sob pena de sanções civis caso haja qualquer tipo de descumprimento destas clausulas.

O site www.seropedicaonline.com preocupado com a demora de manutenção da referida passarela, entrou em contato com com o Analista de Comunicação Diogo Kling da MRS Logística, para saber as providencias que seriam tomadas pela empresa de transporte ferroviário, e recebemos a seguinte resposta:

“Em 2000, a MRS formalizou um acordo com a Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro em Seropédica para construção desta passarela. Nos termos do contrato assinado, a manutenção é de responsabilidade da UFRRJ”

Após o recebimento do e-mail da RMS Logistica informando de quem era a responsabilidade da manutenção e recuperação da passarela, o seropedicaonline entrou em contato com a UFRRJ, e recebemos a seguinte resposta:

 

NOTA SOBRE A PONTE METÁLICA LOCALIZADA NA CICLOVIA

 A Administração Central da UFRRJ, preocupada com as notícias sobre a existência de problemas na estrutura da ponte de ferro localizada na ciclovia que liga o Câmpus Universitário ao Centro de Seropédica, solicitou um Laudo Técnico à Defesa Civil Municipal, através do Ofício nº 093/15-GR/UFRRJ.

A Subsecretaria Municipal de Defesa Civil e a Secretaria Municipal de Obras de Seropédica emitiram o Parecer de Vistoria Técnica nº 08/2015, de 25/03/2015, interditando a ponte, temporariamente, até que sejam realizados os reparos necessários.

Após o recebimento do Laudo, a Reitora da UFRRJ solicitou o imediato isolamento do acesso à ponte, tendo, inclusive, entrado em contato com o DNIT-Seropédica para que fossem instalados guarda-corpos visando a garantir a passagem, com segurança, dos pedestres e ciclistas nas margens da BR-465.

A Administração Central da UFRRJ está envidando todos os esforços no sentido de estabelecer parcerias com a Prefeitura Municipal de Seropédica, o DNIT e a MRS para realizar, o mais rápido possível, os reparos necessários, considerando ser a ciclovia um espaço importante para a comunidade universitária, bem como para toda a população de Seropédica.      

                                                                      

Seropédica, 7  de abril de 2015

Administração Central da UFRRJ

DSC_00831 DSC_000913 DSC_01021 DSC_002111 podre Trinca