O Sindicato dos Bancários de Angra dos Reis (RJ) enviou um ofício ao banco Santander na terça-feira (18) exigindo a regularização da agência na Universidade Rural Federal (UFRRJ), em Seropédica, no Rio de Janeiro. A agência está funcionando em um container, segundo o ofício, em desrespeito à legislação vigente e total descaso com os clientes e funcionários.

Segundo o sindicato, o descaso pelo banco com os clientes e funcionários é reincidente nesta agência. “Tempos atrás, cobramos do Santander a mudança das instalações da unidade, que oferecia perigo à vida de trabalhadores e clientes. Jamais imaginávamos que seria essa a solução. Confessamos que estamos pasmos!”, diz o sindicato no ofício enviado ao banco.

Em junho de 2017, o sindicato já havia constatou que a agência funcionava em um prédio isolado, que não era mais utilizado pela UFRRJ. O local alagava e estava em péssimas condições. Após entrar em contato reiteradas vezes com banco para que o mesmo tomasse providências, o sindicato denunciou a situação à Defesa Civil de Seropédica.

Tragédia anunciada
“Não faz muito tempo, uma tragédia nos mostrou que container não foi feito para abrigar pessoas. Não há a menor condição de segurança, higiene e de trabalho. O banco precisa solucionar essa questão o quanto antes”, afirmou o presidente do sindicato, Rogério de Almeida Salvador.

Como alerta e protesto, o sindicato informou que paralisar as atividades da agência por 24h e continuar com os protestos até que a agência seja instalada em um local que garanta condições de trabalho, de higiene e a segurança aos clientes e trabalhadores.

Fonte: contraf

 

Faça o seu comentário