Assunto será tema de encontro com representantes do Estado

O Conselho Municipal de Saúde de Seropédica realizou na manhã desta quarta-feira (12) sua reunião ordinária, no Auditório da Maternidade Municipal, que discutiu a viabilização técnica e financeira da abertura da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Tipo 3 no Bairro Incra.

Juberto Junior, subsecretário de Desenvolvimento de Saúde e apoio à Infraestrutura, destacou a importância da participação dos usuários do sistema municipal de saúde nas reuniões do Conselho.

Segundo informações do Presidente do Conselho Municipal de Saúde, Miguel Jorge Gomes de Oliveira, os custos mensais da UPA ficarão em torno de 1.500.000,00 reais. Deste valor o Governo Federal financiará 50%, o Estado 25% e o Município 25%. Miguel Jorge questiona se realmente o Governo Federal e o Estado irão arcar com suas respectivas partes nos custos.

Em sua fala Miguel Jorge abordou casos como o de São João de Meriti que a UPA está fechada por falta de repasse de recursos Federal e Estadual e como a de Queimados em que o Estado teve que assumir a gestão, e que o custo para manter aberta uma UPA impossibilita que seja custeado somente pelo Município. “Sem a garantia de repasse dos órgãos Federais e Estaduais ficamos preocupados com a abertura da UPA, e com isso o Conselho Municipal de Saúde de Seropédica solicitou uma reunião com a Secretaria Estadual de Saúde com a presença do Prefeito, do Secretário Municipal de Saúde, do Conselho e da equipe técnica da Secretaria Estadual para traçar as diretrizes do funcionamento da UPA, tendo como principal tema a gestão”, enfatizou.

A usuária Mara Lúcia Reis da Silva, moradora do Bairro Campo Lindo, afirmou participar assiduamente das reuniões do Conselho para se manter informada sobre as ações da secretaria de saúde no município. “Meu questionamento hoje é sobre a abertura da UPA e quais serviços serão prestados nesta unidade”, disse Mara Lúcia.

De acordo com o presidente, a sociedade precisa acompanhar mais e participar ativamente do que tem sido discutido nas reuniões do Conselho. “Entre os assuntos em pauta para esta agenda estão a demanda dos atendimentos, a viabilidade de abertura da Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) e a possibilidade de realizarmos reuniões itinerantes do Conselho”, enfatizou. Miguel Jorge explicou que as reuniões são abertas e todos os usuários são convidados a participarem das reuniões que acontecem sempre na segunda quarta-feira do mês, às 9h no Auditório da Maternidade Municipal.

conselho de saúde

DSC_0014 DSC_0015 DSC_0019 DSC_0020 DSC_0023 DSC_0026 DSC_0028 DSC_0030 DSC_0031 DSC_0037