O Rio de Janeiro apresentou um resultado positivo no segundo trimestre do ano no mercado de condomínios logísticos de alto padrão. A absorção bruta do Estado foi de 91 mil m², sendo duas grandes absorções nas cidades de Itatiaia e Rio de Janeiro. Os dados são da Colliers International Brasil.

O Estado tem um inventário de 1.518 milhão de m² e uma taxa de vacância de 19%, taxa bem abaixo da média nacional que fechou o período em 25%. As maiores taxas de vacância do Rio de Janeiro estão em Seropédica / Queimados, 40%, e Duque de Caxias, 24%.

Em relação aos preços médios pedidos de locação, a média do Estado é de R$ 23,00 m² / mês, sendo que os maiores valores são praticados na Avenida Brasil, R$ 35,00 m² / mês, e Belford Roxo / Nova Iguaçu, R$ 25,00 m² / mês. Os menores preços estão em Queimados / Seropédica, R$ 18,60 m² / mês e Campos, R$ 15,00 m² / mês.

Vale lembrar que a Colliers International Brasil fez uma reclassificação do mercado no início do ano, com um novo mapeamento, visando mais qualidade em seu monitoramento.

fotomontagem_rj_12584e67ef3c1ba30a3a53e46c5322c8cd5_xl

(Redação – Agência IN)

Faça o seu comentário