Prefeitura de Seropédica realiza homenagem a Zumbi dos Palmares

0
90

Na manhã deste sábado (19), a Secretaria de Turismo e Cultura a Secretaria de Assistência Social da Prefeitura de Seropédica e Agentes de Pastoral Negro realizaram uma comemoração antecipada ao Dia da Consciência Negra na Praça Zumbi dos Palmares em Seropédica.

O evento foi marcado com várias ações, entre elas a colocação do Busto de Zumbi dos Palmares no Pedestal no centro da Praça. O busto tinha sido depredado anos atrás por vândalos, e atualmente foi reformado pela Secretaria de Turismo e Cultura.

A Praça Zumbi dos Palmares foi inaugurada no dia 20 de novembro de 2013, pela Coordenadora Municipal e Estadual dos Agentes de Pastoral Negro, Darcy da Penha Pereira, que nesta data agradeceu o reconhecimento da prefeitura ao movimento negro. Neste período enfatizou que a construção da praça era uma antiga reivindicação dos moradores do bairro e das comunidades negro e deve ser tomada como uma conquista.

Estiveram presentes representantes de Pastorais Negro, a Secretária de Turismo e Cultura, Mônica Figueiredo, a Subsecretária de Assistência Social e Direitos Humanos Pretta Gonçalves, representantes do Icrab e do Conselho Municipal de Promoção da Igualdade Racial, gênero e transversalidade, e Conselho Abaçà Oyásymbelêpa. 

Zumbi dos Palmares nasceu em 1655, no estado de Alagoas. Ícone da resistência negra à escravidão, liderou o Quilombo dos Palmares, comunidade livre formada por escravos fugitivos das fazendas no Brasil Colonial. Localizado na região da Serra da Barriga, atualmente integra o município alagoano de União dos Palmares.

Embora tenha nascido livre, Zumbi foi capturado aos sete anos de idade e entregue a um padre católico, do qual recebeu o batismo e foi nomeado Francisco. Aprendeu a língua portuguesa e a religião católica, chegando a ajudar o padre nas celebrações de missas. Porém, aos 15 anos, voltou a viver no quilombo, pelo qual lutou até a morte, em 1695.

Zumbi é considerado um dos grandes líderes de nossa história. Símbolo da luta contra a escravidão, lutou também pela liberdade de culto religioso e pela prática da cultura africana no País. O dia de sua morte, 20 de novembro, é lembrado e comemorado em todo o território nacional como o Dia da Consciência Negra.

Fotos abaixo foram tiradas na inauguração da Praça Zumbi dos Palmares em 20 de novembro de 2013, na foto Darcy da Penha Pereira comemorando

Foto abaixo 19 de novembro de 2022