Proibição começa a valer a partir 0h do dia 30/12/21. Haverão três pontos de bloqueios e fiscalização

A Prefeitura do Rio anunciou nesta quinta-feira (23/12), em coletiva no Centro de Operações Rio (COR), o detalhamento da operação da festa do Réveillon na cidade. O planejamento segue as recomendações do Comitê Científico do município e tem como objetivo garantir a comemoração na virada de ano, com queima de fogos em dez pontos espalhados pela cidade, buscando evitar a necessidade de grandes deslocamentos por parte da população.

Para controlar o acesso à cidade, ficará proibida a entrada de ônibus fretados na cidade a partir 0h do dia 30/12/21. Haverão três pontos de bloqueios e fiscalização.

Principal ponto do Réveillon carioca, Copacabana terá balsas na orla, garantindo 16 minutos de foguetório, e torres de som para tocar música ambiente e fazer a contagem regressiva. No entanto, haverá diversas restrições para chegar e sair do bairro: às 19h haverá bloqueio de veículos automotores (exceto automóveis de uso pessoal ou táxis com passageiros com comprovante de trabalho, residência ou hospedagem); às 20h começa o bloqueio de transporte público (ônibus e metrô); e às 22h o bloqueio será total.

Copacabana tem tratamento especial por ser o grande local de comemoração na cidade. O Réveillon de Copacabana é mostrado nas televisões de todo o mundo. Vai ser uma linda festa de virada de ano e espero que nos inspire e traga esperança. Que 2022 seja um ano melhor“, disse o prefeito do Rio, Eduardo Paes.

Por: Diário do Rio