SEROPÉDICA SEDIA FÓRUM DOS CONSELHOS DE SAÚDE DA REGIÃO METROPOLITANA I

 Fórum debate situação atual da saúde nos municípios

 A situação atual da saúde da Metropolitana I, que engloba os municípios de Seropédica, Duque de Caxias, Belford Roxo, Magé, Itaguaí, Japeri, Mesquita, Nova Iguaçu, Nilópolis, Queimados, São João de Meriti e Rio de Janeiro, foi discutida no Fórum dos Conselhos de Saúde da Região Metropolitana I, realizado nesta quinta-feira (07), no Auditório da Maternidade Municipal de Seropédica.

 Segundo Miguel Jorge Gomes de Oliveira, presidente do Conselho Municipal de Saúde de Seropédica, um dos objetivos deste primeiro Fórum é integrar as ações da área de saúde entre os 12 municípios da região, Estado e governo federal. Miguel destacou que as demandas dos municípios serão apresentadas na Reunião Estadual dos Conselhos de Saúde, a ser realizada no próximo dia 11.

 Durante o Fórum, o diretor da Maternidade Municipal de Seropédica, Dr. Hailton Falocci, apresentou os projetos ‘Doulas Voluntárias’, ‘SOS Bebê On Line’ e ‘Criação de Métodos Eficazes no Controle dos Gastos do Material Hospitalar’ a serem implantados na unidade e aproveitou para pedir apoio do Conselho Municipal de Saúde. “Estamos implantando aqui na Maternidade três projetos importantíssimos e inovadores que dizem respeito ao apoio a gestante e cônjuge nos cuidados com a criança; à Avaliação conjunta e correta em tempo real entre os pré-natalistas das Unidades Básicas de Saúde e a equipe plantonista da maternidade; e  ao controle de gastos com materiais hospitalares. Além disso estamos reiniciando a realização da cirurgias ginecológicas”, informou.

 Como funciona cada projeto:

 Doulas Voluntárias: A Doula como mulher experiente e munida de conhecimentos técnicos necessários sobre a gravidez dará orientação física e apoio emocional às gestantes e familiares antes, durante e após o parto. Para a realização do projeto será realizado o 1º Curso de Treinamento Básico para Doulas Voluntárias de Seropédica. “A iniciativa tem como objetivo valorizar o parto natural e garantir o parto seguro às mulheres. Essas voluntárias não executam qualquer procedimento médico, não fazem exames e nem mesmo cuidam da saúde do recém-nascido. Não substitui qualquer dos profissionais envolvidos na assistência do parto” declarou Dr. Falocci.

 Projeto SOS Bebê On Line: O Projeto propicia a unificação técnica na resolubilidade dos procedimentos obstétricos oferecidos às mulheres munícipes de Seropédica, graças a uma avaliação conjunta e correta em tempo real entre os pré-natalistas das Unidades Básicas de Saúde e a equipe plantonista da Maternidade Municipal, utilizando para tal a videoconferência. “Durante a consulta de Pré-Natal os médicos e enfermeiros poderão tirar dúvidas e pedir orientações sem qualquer perda de tempo, aumentando as chances de sucesso na detecção precoce de patologias que coloquem em risco o binômio materno-fetal e no tratamento das patologias obstétricas”, esclareceu Falocci.

 Projeto Criação de Métodos Eficazes no Controle dos Gastos do Material Hospitalar: Visa um maior controle quantitativo e qualitativo dos gastos e para isso será criado Kits onde encontra-se todo o material básico necessário para cada procedimento, tais como o Kit Cesárea, Kit Parto Normal com episiotomia, Kit Histerectomia, Kit Laparotomia Lei Nº 9263 e Kit Wintercuretagem. “Ao final do mês basta cruzar informações com a estatística dos procedimentos executados e teremos o total do material gasto, ou que deveria ter sido gasto, qualitativa e quantitativamente, tornando o gerenciamento de falhas mais pontual”, disse Dr. Falocci.

forum dos conselhos