Um vídeo se tornou bastante popular nas redes sociais nessa sexta-feira (19), um rapaz invade uma agência bancária gritando “pokémon” e precisa ser contido pelos seguranças do local. Uma pessoa filmou a cena e compartilhou nas redes sociais, o que gera uma enxurrada de comentários preconceituosos e ignorantes sobre o acontecido, alguns logo culpam o jogo, outros falam que o rapaz estava sob efeito de drogas, outros culpam o demônio, mas vamos tentar entender de fato o que aconteceu?

Alguns psiquiatras entraram em contato com nossa equipe via MENSAGEM na fan page e esclareceram que o rapaz estava sofrendo de um SURTO PSICÓTICO! O que é uma doença e tem tratamento.

Entenda melhor;

O que é o um surto psicótico? Como se caracteriza?

Surto psicótico é um episodio da dissociação da estrutura psíquica do individuo, fazendo com que este mostre comportamentos socialmente estranhos e diferentes, bizarros, devido à momentânea incapacidade de pensar racionalmente. Caracteriza-se por um conjunto de alterações comportamentais de caráter repentino, inesperado e intenso, acompanhado por sintomas de alucinação, delírio e não reconhecer o ambiente. Existe muita angustia, ansiedade e agitação, ou seja, trata-se de uma doença grave, dificil e que causa muito sofrimento tanto pra pessoa quanto pra família e que requer ações efetivas e diretivas por parte dos profissionais de saúde mental. Um surto psicótico é uma emergência médica e exige tratamento especializado, principalmente por conta de risco de suicídio.

No quadro psicótico, estão presentes as alucinações e delírios, a desorganização psíquica (pensamento desconexo e fala desorganizada), tumulto emocional, ansiedade, impulsividade, oscilações de humor muito acentuadas (ora muito triste, ora muito alegre), agressividade, paranoia (crenças infundadas com convicção).

Ex.: a pessoa relata estar sendo perseguida ou  vitima de um “complô” ou de uma conspiração. Uma característica sintomática é a convicção e certeza absoluta de algo e que muitas vezes não tem sentido logico. Podemos citar como exemplo a pessoa que diz que o vizinho do andar de baixo o persegue e quer mata-lo, mas que no andar de baixo não mora ninguém, ou seja, é uma crença totalmente infundada.

Em surto a pessoa geralmente descuida-se da higiene pessoal, torna-se incapaz de realizar as atividades diárias e/ou que normalmente realizava antes.

A psicose atinge 5% da população mundial independentemente de sexo, condição socioeconômica, gênero, raça e cultura, bem como pode ocorrer em qualquer momento do processo do desenvolvimento humano, sendo mais recorrente ao final da adolescência e inicio da idade adulta.

A psicose faz parte do conjunto de sintomas de algumas doenças tais como: esquizofrenia, transtorno bipolar, depressão severa, tumores no cérebro, epilepsia, doença de Alzheimer, lúpus, insuficiência renal e hepática, AIDS e sífilis, podendo também se configurar entre os sintomas de algumas condições médicas gerais como: Transtorno do Estresse pós-traumático e síndrome de abstinência de drogas licitas e ilícitas bem como da utilização destas.

Quais são os tipos de Psicose?

1- Psicose induzida por drogas: álcool, maconha, cocaína, entre outras. Algumas pessoas apresentam uma genética para desenvolver determinados transtornos e com a psicose não é diferente. Por este motivo, a droga é um fator ambiental relevante pra desencadear alguns distúrbios;

2- Psicose orgânica: causada por lesão cerebral ou enfermidade física que altere o funcionamento do cérebro, como a encefalite, a AIDS, tumor cerebral, reação química a certos remédios em pessoas predisponentes;

3- Psicose reativa breve: sintomas aparecem de forma súbita em resposta a um evento muito estressante para uma pessoa muito sensível. A pessoa recupera-se em poucos dias;

4- Esquizofrenia: A esquizofrenia atinge uma em cada 100 pessoas. Há diferentes tipos como a paranoide, hebefrênica, catatônica, simples. Segundo o DSM IV, um dos sintomas para se diagnosticar esquizofrenia é a duração do surto de, no minimo, seis meses.

5- Transtorno Bipolar: era chamada de psicose maníaco-depressiva. Há alteração do estado de humor caracterizado pela alternância de momentos de exagerada euforia (mania) com depressão. Na fase da euforia a pessoa se acha um deus onipotente e faz coisas fora da realidade, como comprar coisas sem ter como pagar, planejar viagens fantásticas, etc. Na fase depressiva pode escutar vozes que lhe dizem para matar-se.

6- Transtorno esquizo-afetivo:a pessoa tem alterações como no bipolar e no esquizofrênico mas não se enquadra em nenhum dos dois diagnósticos.

Faça o seu comentário