A esmagadora maioria dos estudos tem mostrado que a gordura não é o grande vilão do sobrepeso e nem da saúde. Dietas com muita proteína, com um alto teor de gordura, não farão mal a você. Pelo contrário. Nas dietas de proteínas (as dietas low carb) você irá perder peso.

E se a perda de peso não é um benefício suficiente para te convencer a seguir uma dieta da proteína, fique sabendo que estudos mostram que o consumo de gorduras como bacon e manteiga também diminui seu colesterol, triglicérides, pressão arterial e outros fatores de risco de doença cardíaca.

Uma ressalva: eu não sou a favor de viver exclusivamente de bacon e manteiga. E eu definitivamente não estou dizendo que os vegetarianos estão equivocados (bem, talvez um pouco), ou que comer carnes processadas (ricas em sódio e gorduras refinadas) são um bom plano de nutrição.

O Dr. Atkins foi certamente um dos profissionais mais relevantes e esclarecedores sobre essa questão. Ele nos mostrou que a redução do açúcar e o aumento da proteína não só é capaz de nos fazer emagrecer, como também, nos tornar mais saudáveis.

Tudo isso começa há muitas décadas, quando Atkins percebeu que no século XIX a maioria dos problemas ligados a alimentação (como as famosas “veias entupidas” que podem causar um infarto) não existiam. Todas elas surgiram com o advento da “super industrialização” dos alimentos e com o excesso de açúcar que passou a existir na nossa alimentação.

Não é o colesterol que está causando o problema aqui. Não é a gordura que está te fazendo mal. É a “inflamação” nas suas veias e artérias, causadas pelo açúcar, amido e etc, que está fazendo com que essa gordura (que deveria ser processada naturalmente pelo seu corpo) fique presa em você, causando todos esses problemas que você já conhece.

O colesterol é análogo à crosta que se forma quando você se corta ou se rala (aquela casquinha que se forma). O colesterol é a tentativa desesperada do corpo para apagar o fogo. Ironicamente, uma dieta com baixo teor de gordura só piora o problema.

Quanto mais inflamado suas veias e artérias estão, mais seu corpo produz colesterol, pois tenta desesperadamente acabar com o abuso ao seu sistema.

Na verdade, a maioria dos principais problemas de saúde americanos tem relação com isso. Sendo assim, a pergunta certa não é mais sobre se a Dieta Atkins funciona ou não. Ela obviamente funciona – e isso também pode ser conferido nos muitos relatos daqueles que já a fizeram.

A pergunta certa aqui seria como ingerir as gorduras e proteínas da maneira certa, sabendo que elas não fazem o mal que se imaginava.

Pense um pouco… desde o surgimento do mundo as pessoas ingerem altas quantidades de gordura. Desde os nossos ancestrais (que viviam da caça e da pesca e quase toda a sua alimentação era de proteína) que a gordura está presente em grande quantidade na vida das pessoa.

Mas, se é assim, porque então a maioria dos problemas ligados a alimentação só apareceram no século XX? Seria normal então pensarmos que, se esses problemas apareceram só agora, deve ser por causa de algo que só apareceu agora, certo?

É isso que foi descoberto (já há algumas décadas) mas ainda hoje existe resistência por parte de alguns profissionais. Mas a verdade é que o nosso corpo foi feito para processar a gordura, de forma que seus maiores danos só acontecem quando as veias e artérias começam a ficar entupidas.

Mas cabe lembrar aqui que, como nossos corpos (devido a forma como os alimentos são industrializados) não são mais os mesmos de antigamente, não seria adequado viver ingerindo altíssimos níveis de gordura todos os dias. Entretanto, dificilmente você conseguirá comer tanta gordura naturalmente.

Ou seja, se você estiver em uma dieta de proteína, dificilmente precisará ficar regulando a quantidade de gordura que você está ingerindo (afinal de contas, você não almoça todos os dias em churrascarias e pede picanha com a maior quantidade de gordura possível).

Eu sei que você pode estar achando estranho, mas saiba que essas pesquisas do Dr. Atkins já existem há muitos anos (basta procurar na internet) e você verá que, apesar de existirem críticas (que podem gerar dúvidas), são dúvidas sobre pontos específicos e não do conceito em geral.

Médicos como o Dr. Ornish e especialistas como Sears gostam de dizer que isso é loucura, mas vamos tentar enxergar isso de forma imparcial. Uma compreensão básica do corpo humano (que eu sei que eles possuem), juntamente com uma vontade real de ter “mente aberta” seria suficiente para entender os “desconcertantes” resultados de estudos que não conseguem explicar o suposto mal que muitas pessoas acham que as gorduras causam.

Eu gostaria de abrir seus cérebros e gritar: “Caras, se ele se parece com um pato, anda como um pato e grasna como um pato… o que será que ele é?”. É exatamente o que acontece com o açúcar e os carboidratos.

Não vamos ficar atribuindo os problemas dos carboidratos simples às gorduras. Isso não seria honesto com ninguém (muito menos com você).

p.s1. Continue acompanhando nossas sugestões acerca das dietas low carb (ou dieta da proteína) e para saber mais visite o site Dieta da Proteína Fácil. Você conhecerá as melhores formas de fazer isso e vai adquirir cada vez mais conhecimento sobre o mundo das dietas low carb. Clique aqui

p.s2. Gostou desse conteúdo? Me escreva dando a sua opinião. Vou adorar saber o que você achou. Mande um email para[email protected].

Um abraço,
Hilton Junior
MundoBoaForma

 

4rh5t7civ9m1cofd4i2mwnacl

Faça o seu comentário