Os cartões estão na Secretaria de Trabalho e Renda na Faetec na Reta do Piranema; Veja se seu nome esta na lista abaixo

Para agilizar a entrega de mais de 65 mil cartões a beneficiários do programa SuperaRJ, o Governo do Estado realiza convênios com as prefeituras fluminenses. Até esta última terça-feira (27/07), 48 municípios aderiram à parceria, que prevê, além da distribuição dos auxílios em equipamentos públicos fixos, a busca ativa, com ligação para os cadastrados e até a entrega em domicílio, em casos específicos. O beneficiado terá acesso ao local de retirada ao consultar o seu CPF no site www.superarj.gov.br.

– A parceria com as prefeituras será imprescindível para ajudar nessa missão importante, de entregar os cartões a famílias que vivem na pobreza e extrema pobreza e desempregados, pessoas que dependem dessa renda de até R$ 300 para se alimentar. O Estado já tem feito buscas ativas. Já foram realizadas cerca de 10 mil ligações, informando aos beneficiários sobre seus direitos. No total, mais de 100 mil cidadãos já se cadastraram no programa e cerca de 25 mil cartões foram entregues – explicou o secretário de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos, Matheus Quintal.

Na Região Metropolitana, o programa SuperaRJ também conta com espaços fixos para entrega dos cartões,  como a unidade do Rio Poupa Tempo de Bangu, os postos Sines do Centro do Rio, Barra da Tijuca, Rocinha, Irajá, Manguinhos e as Casa do Trabalhador de Guadalupe e da Ilha do Governador. Em breve, novos postos fixos serão abertos no estado. Os endereços são divulgados no site do SuperaRJ.

Terceira parcela paga

A terceira parcela do auxílio emergencial do programa SuperaRJ foi paga, na semana passada, a 65 mil famílias cadastradas no CadÚnico e 27 mil desempregados. Todos os cartões foram recarregados automaticamente pelo banco. No total, o Governo do Estado já repassou cerca de R$ 50 milhões.

Para saber se tem direito ao benefício, os cadastrados podem consultar o site www.superarj.gov.br e o Call Center (0800 071 7474) do programa. Para dúvidas e reclamações, o governo criou uma Ouvidoria no portal do SuperaRJ.