Segundo a PM, ele e comparsa em uma moto tentaram roubar um motorista em Magalhães Bastos. Vítima atirou contra um dos criminosos

Mais um episódio violência nas imediações da Vila Militar, na Zona Norte. Um motorista reagiu a tentativa de assalto e conseguiu balear um dos dois homens de moto que o atacaram na tarde desta quinta-feira em Magalhães Bastos, na Zona Oeste. A ação aconteceu a poucos metros do local onde, na noite desta quarta-feira, um suspeito morreu e outro foi ferido no braço após o carro em que estavam furar bloqueio do Exército e atropelar dois soldados.

De acordo com a Polícia Militar, a tentativa de assalto ocorreu na Rua Concórdia, em Magalhães Bastos, próximo à Vila Militar. O motorista sacou uma arma e disparou, ferindo um um dos criminosos na perna. Ele foi rendido por militares do Exército que isolaram o local. 

Suspeito de roubo foi baleado perto da Vila MilitarJornal Zona Oeste News

O outro bandido que estava na moto fugiu correndo, mas acabou preso por policiais militares do 22ºBPM (Maré) que estavam em Realengo para fazer a manutenção de viatura. Os policiais solicitaram apoio ao 14º BPM (Bangu). A movimentação na cena do crime atraiu muitos curiosos.

O suspeito foi encaminhado à 33ª DP (Bangu). Procurada, a Polícia Civil informou apenas que “a investigação e a perícia estão sendo conduzidas pela Polícia do Exército.”

Fuga, atropelamento e morte na Vila Militar

 

Na noite desta quarta-feira, dois suspeitos em um Eco Sport branco furaram barreiras do Exército dentro da Vila Militar, na Zona Oeste, e atropelaram dois soldados. Eles acabaram parados por segundo bloqueio e foram baleados por paraquedistas. Um dos bandidos morreu na ação. Os bandidos haviam furado um bloqueio do Exército na altura do Banco Itaú e estavam sendo perseguidos pela PM.

As outras bases foram informadas dos suspeitos em fuga e dois soldados mais a frente tentaram impedir a passagem e acabaram atropelados. Já no final da Vila Militar, perto de Magalhães Bastos, uma segunda blitz tentou impedir novamente a passagem. Os bandidos desobedeceram e os militares da Brigada da Infantaria Paraquedista dispararam e feriram os bandidos.

A fuga teria começado ainda na Avenida Brasil, na altura de Ricardo de Albuquerque, quando o carro furou uma blitz da PM e eles teriam atirado. Uma testemunha disse à reportagem que passou de ônibus pelo local e viu a movimentação após o veículo ser interceptado pelos militares. “Estava no 393 (Bangu-Candelária) e vi dois soldados feridos no chão, um carro branco, perto do viaduto, estava com várias perfurações de tiros. Dentro dele tinha um homem que parecia já estar morto e outro estava fora do carro, também baleado”, disse o técnico em suporte em informática Rafael Teixeira.

Um vídeo enviado para o Whatsapp do DIA (98762-8248) mostra o momento em que soldados do Exército atiram contra um veículo branco que furou o bloqueio na Vila Militar. Nas imagens, é possível ouvir pelo menos dois disparos e depois os soldados do Exercito começam a se aproximar do carro.

Fonte: O DIA

Edição de matérias sobre Seropédica e atualidades.

Faça o seu comentário