O Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro condenou o dono do estabelecimento “Casa Godinho Aves e Ovos Ltda.”, localizado na Rua Leandro Martins, Centro do Rio de Janeiro, por dois anos de prisão e 30 dias-multa, devido a um flagrante de furto de energia ocorrido em 2008.

 

No local, havia uma fábrica clandestina de produção de ovos de codorna em conserva, sem qualquer registro ou autorização dos órgãos responsáveis, onde foram encontradas várias ligações clandestinas de serviços públicos, incluindo energia elétrica.


O furto de energia, conhecido como “gato”, é crime com pena de até 8 anos de prisão e pode ocasionar acidentes fatais, além de incêndios e danos à rede elétrica. A conta de luz é 17% maior devido ao repasse da energia furtada.

A Light vem intensificando as suas ações para combater o furto de energia, participando das operações “Caça-Furto” e realizando projetos como o “Blitz Legal”, que são inspeções de campo e blitze localizadas, e o “Light Legal”, que seleciona pequenas áreas para atuação voltada à melhoria dos indicadores de perdas e inadimplência. As operações terão continuidade. A Light orienta que os clientes que se encontram nesta situação regularizem o quanto antes as suas instalações.

light energia

Faça o seu comentário