Policiais militares da da Unidade de Polícia Ambiental da Pedra Branca (UPAm Pedra Branca) foram verificar informações do Disque-Denúncia sobre comércio ilegal de pássaros silvestres, no final da tarde desta quinta-feira. Os agentes encontraram duas aves da espécie Trinca-Ferro, em uma casa na Rua Alcatrazes, em Ricardo de Albuquerque, sem o devido registro dos Órgãos Ambientais competentes.
O acusado foi encaminhado para a 31ª DP (Ricardo de Albuquerque) e os pássaros apreendido foi conduzido ao CETAS (Centro de Triagem de Animais Silvestres), em Seropédica. A pena prevista para quem mantém em cativeiro animais silvestres é de detenção de seis meses a um ano, e multa, segundo a Lei de Crimes Ambientais.

Fonte o Globo

 

Faça o seu comentário