Lista completa da votação do impeachment da presidente Dilma Rousseff na Câmara

Na noite deste domingo (17), os deputados se reuniram para votar o prosseguimento do processo de impeachment de Dilma Rousseff para o Senado. Com o placar final de 367 a favor e 146 contra, o pedido de afastamento da petista foi aprovado. Confira como votou cada deputado.

Roraima

ABEL MESQUITA JR. (DEM) – A FAVOR

CARLOS ANDRADE (PHS) – A FAVOR

EDIO LOPES (PR) – CONTRA

HIRAN GONÇALVES (PP) – A FAVOR

JHONATAN DE JESUS (PRB) – A FAVOR

MARIA HELENA (PSB) – A FAVOR

REMÍDIO MONAI (PR) – A FAVOR

SHÉRIDAN (PSDB) – A FAVOR

 

Rio Grande do Sul

 

AFONSO HAMM (PP) – A FAVOR

AFONSO MOTTA (PDT) – CONTRA

ALCEU MOREIRA (PMDB) – A FAVOR

BOHN GASS (PT) – CONTRA

CARLOS GOMES (PRB) – A FAVOR

COVATTI FILHO (PP) – A FAVOR

DANRLEI DE DEUS HINTERHOLZ (PSD) – A FAVOR

DARCÍSIO PERONDI (PMDB) – A FAVOR

GIOVANI CHERINI (PDT) – A FAVOR

HEITOR SCHUCH (PSB) – A FAVOR

HENRIQUE FONTANA (PT) – CONTRA

JERÔNIMO GOERGEN (PP) – A FAVOR

JOÃO DERLY (REDE) – A FAVOR

JOSÉ FOGAÇA* (PMDB) – A FAVOR

JOSÉ OTÁVIO GERMANO (PP) – A FAVOR

JOSE STÉDILE (PSB) – A FAVOR

LUIS CARLOS HEINZE (PP) – A FAVOR

LUIZ CARLOS BUSATO (PTB) – A FAVOR

MARCO MAIA (PT) – CONTRA

MARCON (PT) – CONTRA

MARIA DO ROSÁRIO (PT) – CONTRA

MAURO PEREIRA* (PMDB) – A FAVOR

NELSON MARCHEZAN JUNIOR (PSDB) –  A FAVOR

ONYX LORENZONI (DEM) – A FAVOR

OSMAR TERRA (PMDB) – A FAVOR

PAULO PIMENTA (PT) – CONTRA

PEPE VARGAS (PT) – CONTRA

POMPEO DE MATTOS (PDT) – ABSTENÇÃO

RENATO MOLLING (PP) – A FAVOR

RONALDO NOGUEIRA (PTB) – A FAVOR

SÉRGIO MORAES (PTB) – A FAVOR

 

Santa Catarina

 

CARMEN ZANOTTO (PPS) – A FAVOR

CELSO MALDANER (PMDB) – A FAVOR

CESAR SOUZA (PSD) – A FAVOR

DÉCIO LIMA (PT) – CONTRA

ESPERIDIÃO AMIN (PP) – A FAVOR

GEOVANIA DE SÁ (PSDB) – A FAVOR

JOÃO PAULO KLEINÜBING (PSD) – A FAVOR

JOÃO RODRIGUES (PSD) – A FAVOR

JORGE BOEIRA (PP) – A FAVOR

JORGINHO MELLO (PR) – A FAVOR

MARCO TEBALDI (PSDB) – A FAVOR

MAURO MARIANI (PMDB) – A FAVOR

PEDRO UCZAI (PT) – CONTRA

ROGÉRIO PENINHA MENDONÇA (PMDB) – A FAVOR

RONALDO BENEDET (PMDB) – A FAVOR

VALDIR COLATTO (PMDB) – A FAVOR

 

Amapá

 

ANDRÉ ABDON (PP) – A FAVOR

CABUÇU BORGES (PMDB) – A FAVOR

JANETE CAPIBERIBE (PSB) – CONTRA

JOZI ARAÚJO (PTN) – CONTRA

MARCOS REATEGUI (PSD) – A FAVOR

PROFESSORA MARCIVANIA (Pcdob) – CONTRA

ROBERTO GÓES (PDT) – CONTRA

VINICIUS GURGEL (PR) – ABSTENÇÃO

 

Pará

 

ARNALDO JORDY (PPS) – A FAVOR

BETO FARO (PT) – CONTRA

BETO SALAME (PP) – ABSTENÇÃO

DELEGADO ÉDER MAURO (PSD) – A FAVOR

EDMILSON RODRIGUES (PSOL) – CONTRA

ELCIONE BARBALHO (PMDB) – CONTRA

FRANCISCO CHAPADINHA (PTN) – A FAVOR

HÉLIO LEITE (DEM) – A FAVOR

JOAQUIM PASSARINHO (PSD) – A FAVOR

JOSÉ PRIANTE (PMDB) – A FAVOR

JOSUÉ BENGTSON (PTB) – A FAVOR

JÚLIA MARINHO (PSC) – A FAVOR

LÚCIO VALE (PR) – CONTRA

NILSON PINTO (PSDB) – A FAVOR

SIMONE MORGADO (PMDB) – CONTRA

WLADIMIR COSTA (SD) – A FAVOR

ZÉ GERALDO (PT) – CONTRA

 

Paraná

 

ALEX CANZIANI (PTB) – A FAVOR

ALFREDO KAEFER (PSL) – A FAVOR

ALIEL MACHADO (REDE) – CONTRA

ASSIS DO COUTO (PDT) – CONTRA

CHRISTIANE DE SOUZA YARED (PR) – A FAVOR

DIEGO GARCIA (PHS) – A FAVOR

DILCEU SPERAFICO (PP) – A FAVOR

ENIO VERRI (PT) – CONTRA

EVANDRO ROMAN (PSD) – A FAVOR

FERNANDO FRANCISCHINI (SD) – A FAVOR

GIACOBO (PR) – A FAVOR

HERMES PARCIANELLO (PMDB) – A FAVOR

JOÃO ARRUDA (PMDB) – A FAVOR

LEANDRE (PV) – A FAVOR

LEOPOLDO MEYER (PSB) – A FAVOR

LUCIANO DUCCI (PSB) – A FAVOR

LUIZ CARLOS HAULY (PSDB) – A FAVOR

LUIZ NISHIMORI (PR) – A FAVOR

MARCELO BELINATI (PP) – A FAVOR

NELSON MEURER (PP) – A FAVOR

NELSON PADOVANI* (PSDB) – A FAVOR

OSMAR SERRAGLIO (PMDB) – A FAVOR

PAULO MARTINS* (PSDB) – A FAVOR

RICARDO BARROS (PP) – A FAVOR

RUBENS BUENO (PPS) – A FAVOR

SANDRO ALEX (PSD) – A FAVOR

SERGIO SOUZA (PMDB) – A FAVOR

TAKAYAMA (PSC) – A FAVOR

TONINHO WANDSCHEER (PROS) – A FAVOR

ZECA DIRCEU (PT) – CONTRA

 

Mato Grosso do Sul

 

CARLOS MARUN (PMDB) – A FAVOR

DAGOBERTO (PDT) – CONTRA

ELIZEU DIONIZIO* (PSDB) – A FAVOR

GERALDO RESENDE (PSDB) – A FAVOR

MANDETTA (DEM) – A FAVOR

TEREZA CRISTINA (PSB) – A FAVOR

VANDER LOUBET (PT) – CONTRA

ZECA DO PT (PT) – CONTRA

 

Amazonas 

 

ALFREDO NASCIMENTO (PR) – A FAVOR

ARTHUR VIRGÍLIO BISNETO (PSDB) – A FAVOR

ÁTILA LINS (PSD) – A FAVOR

CONCEIÇÃO SAMPAIO (PP) – A FAVOR

HISSA ABRAHÃO (PDT) – A FAVOR

MARCOS ROTTA (PMDB) – A FAVOR

PAUDERNEY AVELINO (DEM) – A FAVOR

SILAS CÂMARA (PRB) – A FAVOR

 

Rondônia

 

EXPEDITO NETTO (PSD) – A FAVOR

LINDOMAR GARÇON (PRB) – A FAVOR

LUCIO MOSQUINI (PMDB) – A FAVOR

LUIZ CLÁUDIO (PR) – A FAVOR

MARCOS ROGÉRIO (DEM) – A FAVOR

MARIANA CARVALHO (PSDB) – A FAVOR

MARINHA RAUPP (PMDB) – A FAVOR

NILTON CAPIXABA (PTB) – A FAVOR

 

Goiás

 

ALEXANDRE BALDY (PTN) – A FAVOR

CÉLIO SILVEIRA (PSDB) – A FAVOR

DANIEL VILELA (PMDB) – A FAVOR

DELEGADO WALDIR (PR)  – A FAVOR

FÁBIO SOUSA (PSDB) – A FAVOR

FLÁVIA MORAIS (PDT) – A FAVOR

GIUSEPPE VECCI (PSDB) – A FAVOR

HEULER CRUVINEL (PSD) – A FAVOR

JOÃO CAMPOS (PRB) – A FAVOR

JOVAIR ARANTES (PTB) – A FAVOR

LUCAS VERGILIO (SD) – A FAVOR

MAGDA MOFATTO (PR) – A FAVOR

MARCOS ABRÃO (PPS) – A FAVOR

PEDRO CHAVES (PMDB) – A FAVOR

ROBERTO BALESTRA (PP) – A FAVOR

RUBENS OTONI (PT) – CONTRA

THIAGO PEIXOTO (PSD) – A FAVOR

 

Distrito Federal

 

ALBERTO FRAGA (DEM) – A FAVOR

AUGUSTO CARVALHO (SD) – A FAVOR

ERIKA KOKAY (PT) – CONTRA

IZALCI (PSDB) – A FAVOR

LAERTE BESSA (PR) – A FAVOR

ROGÉRIO ROSSO (PSD) – A FAVOR

RONALDO FONSECA (PROS) – A FAVOR

RÔNEY NEMER (PP) – A FAVOR

 

Acre

 

ALAN RICK (PRB) – A FAVOR

ANGELIM (PT) – CONTRA

CÉSAR MESSIAS (PSB) – CONTRA

FLAVIANO MELO (PMDB) – A FAVOR

JÉSSICA SALES (PMDB) – A FAVOR

LEO DE BRITO (PT) – CONTRA

ROCHA (PSDB) – A FAVOR

SIBÁ MACHADO (PT) – CONTRA

 

Tocantins

 

CARLOS HENRIQUE GAGUIM (PTN) – A FAVOR

CÉSAR HALUM (PRB) – A FAVOR

DULCE MIRANDA (PMDB) – A FAVOR

IRAJÁ ABREU (PSD) – CONTRA

JOSI NUNES (PMDB) – A FAVOR

LÁZARO BOTELHO (PP) – A FAVOR

PROFESSORA DORINHA SEABRA REZENDE (DEM) – A FAVOR

VICENTINHO JÚNIOR (PR) – CONTRA

 

Mato Grosso

 

ADILTON SACHETTI (PSB) – A FAVOR

CARLOS BEZERRA (PMDB) – A FAVOR

FABIO GARCIA (PSB) – A FAVOR

NILSON LEITÃO (PSDB) – A FAVOR

PROFESSOR VICTÓRIO GALLI (PSC) – A FAVOR

SÁGUAS MORAES (PT) – CONTRA

TAMPINHA* (PSD) – A FAVOR

VALTENIR PEREIRA (PMDB) – A FAVOR

 

São Paulo

 

ALEX MANENTE (PPS) – A FAVOR

ALEXANDRE LEITE (DEM) – A FAVOR

ANA PERUGINI (PT) – CONTRA

ANDRES SANCHEZ (PT) – CONTRA

ANTONIO BULHÕES (PRB) – A FAVOR

ARLINDO CHINAGLIA (PT) – CONTRA

ARNALDO FARIA DE SÁ (PTB) – A FAVOR

ARNALDO JARDIM (PPS) – A FAVOR

BALEIA ROSSI (PMDB) – A FAVOR

BETO MANSUR (PRB) – A FAVOR

BRUNA FURLAN (PSDB) – A FAVOR

BRUNO COVAS (PSDB) – A FAVOR

CAPITÃO AUGUSTO (PR) – A FAVOR

CARLOS SAMPAIO (PSDB) – A FAVOR

CARLOS ZARATTINI (PT) – CONTRA

CELSO RUSSOMANNO (PRB) – A FAVOR

DR. SINVAL MALHEIROS (PTN) – A FAVOR

DUARTE NOGUEIRA (PSDB) – A FAVOR

EDINHO ARAÚJO (PMDB) – A FAVOR

EDUARDO BOLSONARO (PSC) – A FAVOR

EDUARDO CURY (PSDB) – A FAVOR

ELI CORRÊA FILHO (DEM) – A FAVOR

EVANDRO GUSSI (PV) –  A FAVOR

FAUSTO PINATO (PP) – A FAVOR

FLAVINHO (PSB) – A FAVOR

FLORIANO PESARO (PSDB) – A FAVOR

GILBERTO NASCIMENTO (PSC) – A FAVOR

GOULART (PSD) – A FAVOR

GUILHERME MUSSI (PP) – A FAVOR

HERCULANO PASSOS (PSD) – A FAVOR

IVAN VALENTE (PSOL) – CONTRA

JEFFERSON CAMPOS (PSD) – A FAVOR

JOÃO PAULO PAPA (PSDB) – A FAVOR

JORGE TADEU MUDALEN (DEM) – A FAVOR

JOSÉ MENTOR (PT) – CONTRA

KEIKO OTA (PSB) – A FAVOR

LUIZ LAURO FILHO (PSB) – A FAVOR

LUIZA ERUNDINA (PSOL) – CONTRA

MAJOR OLIMPIO (SD) – A FAVOR

MARA GABRILLI (PSDB) – A FAVOR

MARCELO SQUASSONI (PRB) – A FAVOR

MARCIO ALVINO (PR) – A FAVOR

MIGUEL HADDAD (PSDB) – A FAVOR

MIGUEL LOMBARDI (PR) – A FAVOR

MILTON MONTI (PR) – A FAVOR

MISSIONÁRIO JOSÉ OLIMPIO (DEM) – A FAVOR

NELSON MARQUEZELLI (PTB) – A FAVOR

NILTO TATTO (PT) – CONTRA

ORLANDO SILVA (Pcdob) – CONTRA

PAULO FREIRE (PR) – A FAVOR

PAULO MALUF (PP) – A FAVOR

PAULO PEREIRA DA SILVA (SD) – A FAVOR

PAULO TEIXEIRA (PT) – CONTRA

PR. MARCO FELICIANO (PSC) – A FAVOR

RENATA ABREU (PTN) –  A FAVOR

RICARDO IZAR (PP) – A FAVOR

RICARDO TRIPOLI (PSDB) – A FAVOR

ROBERTO ALVES (PRB) – A FAVOR

ROBERTO DE LUCENA (PV) – A FAVOR

RODRIGO GARCIA (DEM) – A FAVOR

SAMUEL MOREIRA (PSDB) – A FAVOR

SÉRGIO REIS (PRB) – A FAVOR

SILVIO TORRES (PSDB) – A FAVOR

TIRIRICA (PR) – A FAVOR

VALMIR PRASCIDELLI (PT) – CONTRA

VANDERLEI MACRIS (PSDB) – A FAVOR

VICENTE CANDIDO (PT) – CONTRA

VICENTINHO (PT) – CONTRA

VINICIUS CARVALHO (PRB) – A FAVOR

VITOR LIPPI (PSDB) – A FAVOR

 

Maranhão

 

ALBERTO FILHO (PMDB) – A FAVOR

ALUISIO MENDES (PTN) – CONTRA

ANDRÉ FUFUCA (PP) – A FAVOR

CLEBER VERDE (PRB) – A FAVOR

ELIZIANE GAMA (PPS) – A FAVOR

HILDO ROCHA (PMDB) – A FAVOR

JOÃO CASTELO (PSDB) – A FAVOR

JOÃO MARCELO SOUZA (PMDB) – CONTRA

JOSÉ REINALDO (PSB) – A FAVOR

JUNIOR MARRECA (PEN) – CONTRA

JUSCELINO FILHO (DEM) – A FAVOR

PEDRO FERNANDES (PTB) – CONTRA

RUBENS PEREIRA JÚNIOR (Pcdob) – CONTRA

SARNEY FILHO (PV) – A FAVOR

VICTOR MENDES (PSD) – A FAVOR

WALDIR MARANHÃO (PP) – CONTRA

WEVERTON ROCHA (PDT) – CONTRA

ZÉ CARLOS (PT) – CONTRA

 

Ceará

 

ADAIL CARNEIRO (PP) – A FAVOR

ANÍBAL GOMES (PMDB) – AUSENTE

ARIOSTO HOLANDA* (PDT) – CONTRA

ARNON BEZERRA (PTB) – CONTRA

CABO SABINO (PR) – A FAVOR

CHICO LOPES (Pcdob) – CONTRA

DANILO FORTE (PSB) – A FAVOR

DOMINGOS NETO (PSD) – CONTRA

GENECIAS NORONHA (SD) – A FAVOR

GORETE PEREIRA (PR) – ABSTENÇÃO

JOSÉ AIRTON CIRILO (PT) – CONTRA

JOSÉ GUIMARÃES (PT) – CONTRA

LEÔNIDAS CRISTINO (PDT) – CONTRA

LUIZIANNE LINS (PT) – CONTRA

CEMADO (PP) – CONTRA

MORONI TORGAN (DEM) – A FAVOR

MOSES RODRIGUES (PMDB) – A FAVOR

ODORICO MONTEIRO (PROS) – CONTRA

RAIMUNDO GOMES DE MATOS (PSDB) –

RONALDO MARTINS (PRB) – A FAVOR

VICENTE ARRUDA* (PDT) – CONTRA

VITOR VALIM (PMDB) – A FAVOR

 

Rio de Janeiro

 

ALESSANDRO MOLON (REDE) – CONTRA

ALEXANDRE SERFIOTIS (PMDB) – A FAVOR

ALEXANDRE VALLE (PR) – A FAVOR

ALTINEU CÔRTES (PMDB) – A FAVOR

AROLDE DE OLIVEIRA (PSC) – A FAVOR

AUREO (SD) – A FAVOR

BENEDITA DA SILVA (PT) – CONTRA

CABO DACIOLO (Ptdob) – A FAVOR

CELSO PANSERA (PMDB) – CONTRA

CHICO ALENCAR (PSOL) – CONTRA

CHICO D’ANGELO (PT) – CONTRA

CLARISSA GAROTINHO (PR) – AUSENTE

CRISTIANE BRASIL (PTB) – A FAVOR

DELEY (PTB) – A FAVOR

DR. JOÃO (PR) – A FAVOR

EDUARDO CUNHA (PMDB) – A FAVOR

EZEQUIEL TEIXEIRA (PTN) – A FAVOR

FELIPE BORNIER (PROS) – A FAVOR

FERNANDO JORDÃO (PMDB) – A FAVOR

FRANCISCO FLORIANO (DEM) – A FAVOR

GLAUBER BRAGA (PSOL) – CONTRA

HUGO LEAL (PSB) – A FAVOR

INDIO DA COSTA (PSD) – A FAVOR

JAIR BOLSONARO (PSC) – A FAVOR

JANDIRA FEGHALI (Pcdob) – CONTRA

JEAN WYLLYS (PSOL) – CONTRA

JULIO LOPES (PP) – A FAVOR

LEONARDO PICCIANI (PMDB) – CONTRA

LUIZ CARLOS RAMOS (PTN) – A FAVOR

LUIZ SÉRGIO (PT) – CONTRA

MARCELO MATOS (PHS) – A FAVOR

MARCO ANTÔNIO CABRAL (PMDB) – A FAVOR

MARCOS SOARES (DEM) – A FAVOR

MIRO TEIXEIRA (REDE) – A FAVOR

OTAVIO LEITE (PSDB) – A FAVOR

PAULO FEIJÓ (PR) – A FAVOR

PEDRO PAULO (PMDB) – A FAVOR

ROBERTO SALES (PRB) – A FAVOR

RODRIGO MAIA (DEM) – A FAVOR

ROSANGELA GOMES (PRB) – A FAVOR

SERGIO ZVEITER (PMDB) – A FAVOR

SIMÃO SESSIM (PP) – A FAVOR

SORAYA SANTOS (PMDB) – A FAVOR

SÓSTENES CAVALCANTE (DEM) – A FAVOR

WADIH DAMOUS* (PT) – CONTRA

WASHINGTON REIS (PMDB) – A FAVOR

 

Espírito Santo

 

CARLOS MANATO (SD) – A FAVOR

DR. JORGE SILVA (PHS) – A FAVOR

EVAIR DE MELO (PV) – A FAVOR

GIVALDO VIEIRA (PT) – CONTRA

HELDER SALOMÃO (PT) – CONTRA

LELO COIMBRA (PMDB) – A FAVOR

MARCUS VICENTE (PP) – A FAVOR

MAX FILHO (PSDB) – A FAVOR

PAULO FOLETTO (PSB) – A FAVOR

SERGIO VIDIGAL (PDT) – A FAVOR

 

Piauí

 

ASSIS CARVALHO (PT) – CONTRA

ÁTILA LIRA (PSB) – A FAVOR

CAPITÃO FÁBIO ABREU (PTB) – CONTRA

HERÁCLITO FORTES (PSB) –  A FAVOR

IRACEMA PORTELLA (PP) – A FAVOR

JÚLIO CESAR (PSD) – A FAVOR

MARCELO CASTRO (PMDB) -CONTRA

PAES LANDIM (PTB) – A FAVOR

REJANE DIAS (PT) -CONTRA

RODRIGO MARTINS (PSB) – A FAVOR

 

Rio Grande do Norte

 

ANTÔNIO JÁCOME (PTN) – A FAVOR

BETO ROSADO (PP) – A FAVOR

FÁBIO FARIA (PSD) – A FAVOR

FELIPE MAIA (DEM) – A FAVOR

RAFAEL MOTTA (PSB) – A FAVOR

ROGÉRIO MARINHO (PSDB) – A FAVOR

WALTER ALVES (PMDB) – A FAVOR

ZENAIDE MAIA (PR) – CONTRA

 

Minas Gerais

 

ADELMO CARNEIRO LEÃO* (PT) – CONTRA

AELTON FREITAS (PR) – CONTRA

BILAC PINTO (PR) – A FAVOR

BONIFÁCIO DE ANDRADA (PSDB) – A FAVOR

BRUNNY (PR) – CONTRA

CAIO NARCIO (PSDB) – A FAVOR

CARLOS MELLES (DEM) – A FAVOR

DÂMINA PEREIRA (PSL) – A FAVOR

DELEGADO EDSON MOREIRA (PR) – A FAVOR

DIEGO ANDRADE (PSD) – A FAVOR

DIMAS FABIANO (PP) – A FAVOR

DOMINGOS SÁVIO (PSDB) – A FAVOR

EDUARDO BARBOSA (PSDB) – A FAVOR

EROS BIONDINI (PROS) – A FAVOR

FÁBIO RAMALHO (PMDB) – A FAVOR

FRANKLIN LIMA (PP) – A FAVOR

GABRIEL GUIMARÃES (PT) – CONTRA

GEORGE HILTON (PROS) – CONTRA

JAIME MARTINS (PSD) – A FAVOR

JÔ MORAES (Pcdob) –  CONTRA

JÚLIO DELGADO (PSB) – A FAVOR

LAUDIVIO CARVALHO (SD) – A FAVOR

LEONARDO MONTEIRO (PT) – CONTRA

LEONARDO QUINTÃO (PMDB) – A FAVOR

LINCOLN PORTELA (PRB) – A FAVOR

LUIS TIBÉ (Ptdob) – A FAVOR

LUIZ FERNANDO FARIA (PP) – A FAVOR

MARCELO ÁLVARO ANTÔNIO (PR) – A FAVOR

MARCELO ARO (PHS) – A FAVOR

MARCOS MONTES (PSD) – A FAVOR

MARCUS PESTANA (PSDB) – A FAVOR

MARGARIDA SALOMÃO (PT) – CONTRA

MÁRIO HERINGER (PDT) – A FAVOR

MAURO LOPES (PMDB) – A FAVOR

MIGUEL CORRÊA (PT) – CONTRA

MISAEL VARELLA (DEM) – A FAVOR

NEWTON CARDOSO JR (PMDB) – A FAVOR

ODELMO LEÃO (PP) – A FAVOR

PADRE JOÃO (PT) – CONTRA

PATRUS ANANIAS (PT) – CONTRA

PAULO ABI-ACKEL (PSDB) – A FAVOR

RAQUEL MUNIZ (PSD) – A FAVOR

REGINALDO LOPES (PT) – CONTRA

RENZO BRAZ (PP) – A FAVOR

RODRIGO DE CASTRO (PSDB) – A FAVOR

RODRIGO PACHECO (PMDB) – A FAVOR

SARAIVA FELIPE (PMDB) – A FAVOR

STEFANO AGUIAR (PSD) – A FAVOR

SUBTENENTE GONZAGA (PDT) – A FAVOR

TENENTE LÚCIO (PSB) – A FAVOR

TONINHO PINHEIRO (PP) – A FAVOR

WELITON PRADO (PMB) – A FAVOR

ZÉ SILVA (SD) – A FAVOR

 

Bahia

 

AFONSO FLORENCE (PT) – CONTRA

ALICE PORTUGAL (Pcdob) – CONTRA

ANTONIO BRITO (PSD) – CONTRA

ANTONIO IMBASSAHY (PSDB) – A FAVOR

ARTHUR OLIVEIRA MAIA (PPS) – A FAVOR

BACELAR (PTN) – A FAVOR

BEBETO (PSB) – CONTRA

BENITO GAMA (PTB) – A FAVOR

CACÁ LEÃO (PP) – A FAVOR

CAETANO (PT) – CONTRA

CLAUDIO CAJADO (DEM) – A FAVOR

DANIEL ALMEIDA (Pcdob) – CONTRA

DAVIDSON MAGALHÃES* (PcdoB) – CONTRA

ELMAR NASCIMENTO (DEM) – A FAVOR

ERIVELTON SANTANA (PEN) – A FAVOR

FÉLIX MENDONÇA JÚNIOR (PDT) – CONTRA

FERNANDO TORRES* (PSD) – CONTRA

IRMÃO LAZARO (PSC) – A FAVOR

JOÃO CARLOS BACELAR (PR) – CONTRA

JOÃO GUALBERTO (PSDB) – A FAVOR

JORGE SOLLA (PT) – CONTRA

JOSÉ CARLOS ALELUIA (DEM) – A FAVOR

JOSÉ CARLOS ARAÚJO (PR) – CONTRA

JOSÉ NUNES (PSD) – CONTRA

JOSÉ ROCHA (PR) – A FAVOR

JUTAHY JUNIOR (PSDB) – A FAVOR

LUCIO VIEIRA LIMA (PMDB) – A FAVOR

MÁRCIO MARINHO (PRB) – A FAVOR

MÁRIO NEGROMONTE JR. (PP) – ABSTENÇÃO

MOEMA GRAMACHO (PT) – CONTRA

PAULO AZI (DEM) – A FAVOR

PAULO MAGALHÃES (PSD) – CONTRA

ROBERTO BRITTO (PP) – CONTRA

RONALDO CARLETTO (PP) – A FAVOR

SÉRGIO BRITO (PSD) – A FAVOR

TIA ERON (PRB) – A FAVOR

ULDURICO JUNIOR (PV)

VALMIR ASSUNÇÃO (PT) – CONTRA

WALDENOR PEREIRA (PT) – CONTRA

 

Paraíba

 

AGUINALDO RIBEIRO (PP) – A FAVOR

BENJAMIN MARANHÃO (SD) – A FAVOR

DAMIÃO FELICIANO (PDT) – A FAVOR

EFRAIM FILHO (DEM) – A FAVOR

HUGO MOTTA (PMDB) – A FAVOR

LUIZ COUTO (PT) – CONTRA

MANOEL JUNIOR (PMDB) – A FAVOR

PEDRO CUNHA LIMA (PSDB) – A FAVOR

RÔMULO GOUVEIA (PSD) – A FAVOR

VENEZIANO VITAL DO RÊGO (PMDB) – A FAVOR

WELLINGTON ROBERTO (PR) – CONTRA

WILSON FILHO (PTB) – A FAVOR

 

Pernambuco

 

ADALBERTO CAVALCANTI (PTB) – CONTRA

ANDERSON FERREIRA (PR) – A FAVOR

ANDRÉ DE PAULA (PSD) – A FAVOR

AUGUSTO COUTINHO* (SD) – A FAVOR

BETINHO GOMES (PSDB) – A FAVOR

BRUNO ARAÚJO (PSDB) – A FAVOR

DANIEL COELHO (PSDB) – A FAVOR

DANILO CABRAL (PSB) – A FAVOR

EDUARDO DA FONTE (PP) – A FAVOR

FERNANDO COELHO FILHO (PSB) – A FAVOR

GONZAGA PATRIOTA (PSB) – A FAVOR

JARBAS VASCONCELOS (PMDB) – A FAVOR

JOÃO FERNANDO COUTINHO (PSB) – A FAVOR

JORGE CÔRTE REAL (PTB) – A FAVOR

KAIO MANIÇOBA (PMDB) – A FAVOR

LUCIANA SANTOS (Pcdob) – CONTRA

MARINALDO ROSENDO (PSB) – A FAVOR

MENDONÇA FILHO (DEM) – A FAVOR

PASTOR EURICO (PHS) – A FAVOR

RICARDO TEOBALDO (PTN) – CONTRA

SEBASTIÃO OLIVEIRA (PR) – A FAVOR

SILVIO COSTA (Ptdob) – CONTRA

TADEU ALENCAR (PSB) – A FAVOR

WOLNEY QUEIROZ (PDT) – CONTRA

ZECA CAVALCANTI (PTB) –

 

Sergipe

 

ADELSON BARRETO (PR) – A FAVOR

ANDRE MOURA (PSC) – A FAVOR

FÁBIO MITIDIERI (PSD) – CONTRA

FABIO REIS (PMDB) – A FAVOR

JOÃO DANIEL (PT) – CONTRA

JONY MARCOS (PRB) – A FAVOR

LAERCIO OLIVEIRA (SD) – A FAVOR

VALADARES FILHO (PSB) – A FAVOR

 

Alagoas

 

ARTHUR LIRA (PP) – A FAVOR

CÍCERO ALMEIDA (PMDB) – A FAVOR

GIVALDO CARIMBÃO (PHS) – CONTRA

JHC (PSB) –  A FAVOR

MARX BELTRÃO (PMDB) – A FAVOR

MAURÍCIO QUINTELLA LESSA (PR) – A FAVOR

PAULÃO (PT) – CONTRA

PEDRO VILELA (PSDB) – A FAVOR

RONALDO LESSA (PDT) – CONTRA

* Os deputados assinalados são suplentes em exercício.

 

Confira o que aconteceu antes que a votação tivesse início: 

17: 45 – Vai começar a chamada nominal.

17:43 – O deputado José Guimarães (PT-CE) volta a dizer que Dilma é honrada.

17:40 – O deputado José Guimarães (PT-CE) diz que o relatório vai “dar um golpe mortal” na democracia. Ele diz que o relatório “não tem base jurídica”.

17:37 – Sen. Romário (PSB-RJ) visita plenário da Câmara e é tietado.

17:34 – O deputado José Guimarães (PT-CE) diz que estamos assistindo é uma tentativa dos que não foram eleitos pelo voto popular quererem governar o Brasil pela forma indireta.

17:30 – O deputado Miguel Haddad (PSDB-SP) defende a saída de Dilma. “Sua saída será o primeiro marco na construção de um novo Brasil.”

17:25 – Decisão de Cunha muda ordem de deputados e surpreende Palácio do Planalto

17:19 – O deputado Weliton Prado (PMB-MG) fala.

17:15 – O deputado Junior Marreca (PEN-MA) diz acreditar que a democracia vai vencer. Ele disse que o que ocorre na Câmara “é um mero acordo político para destituir” uma presidente eleita. Ele defende a convocação de novas eleições.

17:13 – O deputado Junior Marreca (PEN-MA) diz que estamos fazendo “um julgamento meramente político” da presidente. Ele critica o relatório de Jovair Arantes.

17:11 – O deputado Alfredo Kaefer (PSL-PR) fala a favor do impeachment. Ele diz que “os fatos são irrefutáveis” e que Dilma cometeu crime de responsabilidade. Ele critica o suposto “aparelhamento” do governo nas gestões do PT.

17:10 – Até as 17h04, o plenário da Câmara contabilizava 504 deputados na Casa, sendo que 503 deles estavam presentes na sessão.

17:07 – O deputado Silvio Costa (PTdoB-PE) canta vitória na votação de logo mais. “Vai ser com emoção! Viva Dilma!” Ele diz que está “com nojo” de Michel Temer.

17:03 – O deputado Silvio Costa (PTdoB-PE) diz que Cunha é “um bandido, um homem que devia estar na cadeia”. “Que país é esse?”

17:03 -Toda vez que algum deputado critica duramente Eduardo Cunha, o presidente da Câmara deixa a Mesa

16:59 – O deputado Alessandro Molon (Rede-RJ) diz que o processo não deveria ser presidido por Eduardo Cunha, que é réu por corrupção. Ele disse que o processo “tem a ver com uma chantagem” que levou “a uma vingança”.

16:54 – A deputada Érica Kokay (PT-DF) diz que “rasgar a Constituição” é “querer instalar o golpe no país”. Ela critica os “fascistas, usurpadores e traidores”.

16:51 – O deputado Ronaldo Fonseca (PROS-DF) fala a favor do impeachment.

16:49 – O deputado Ivan Valente (PSOL-SP) diz que se trata de “golpe institucional” feita de “tenebrosas transações” entre a oposição, a Fiesp e a grande mídia. Ele afirma que “Temer não teve nenhum voto, tem 1% das intenções de voto”, e “60% o rejeitam”.

16:47 – Até as 16h44, o plenário da Câmara contabilizava 502 deputados na Casa, sendo que 500 deles estavam presentes na sessão.

16:45 – O deputado Ivan Valente (PSOL-SP) saúda a “valorosa, combativa e ética bancada do PSOL”, que sabe o valor da democracia. Ele fala contra o impeachment.

16:44 – O deputado Evandro Gussi (PV-SP) fala a favor do impeachment.

16:42 – O deputado Sarney Filho (PV-MA) diz que o PV vota unanimemente pelo impeachment.

16:40 – O deputado Givaldo Carimbão (PHS-AL) diz que seu partido decidiu votar a favor do impeachment. São 7 deputados. Mas ele votará contra o impeachment.

16:37 – O deputado Givaldo Carimbão (PHS-AL) fala.

16:35 – O deputado Rubens Bueno (PPS-PR) afirma que o governo Dilma “destruiu o sonho de milhões de brasileiros”.

16:31 – O deputado Rubens Bueno (PPS-PR) fala a favor do impeachment.

16:30 – O deputado André Moura (PSC-SE) faz o elogio do vice-presidente Michel Temer e diz que ele reúne as qualidades para presidir o país.

16:27 – O deputado André Moura (PSC-SE) fala a favor do impeachment.

16:25 – O deputado Daniel Almeida (PCdoB-BA) diz que “o golpe não passará”.

16:25 – O deputado Daniel Almeida (PCdoB-BA) diz que o vice-presidente Michel Temer “não consegue unificar nem o seu próprio partido”.

16:23 – O deputado Daniel Almeida (PCdoB-BA) diz que estamos diante de uma situação “surreal”. Uma presidente sobre a qual não há acusações é alvo de uma conspiração liderada por Eduardo Cunha, que não honra a cadeira de presidente da Câmara.

16:22 – PCdoB fala.

16:21 – A deputada Renata Abreu (PTN-SP) diz que estamos diante da oportunidade de “passar a limpo” o Brasil.

16:17 – O deputado Paulinho da Força (SD-SP) parodiou Geraldo Vandré (pra não dizer que não falei das flores) música símbolo da luta contra a ditadura, mandando “Dilma embora” .

16:15 – O deputado Genecias Noronha (SD-CE) declara seu voto “sim” pelo impeachment.

16:12 – O deputado Genecias Noronha (SD-CE) afirma ter convicção de que Dilma cometeu crime de responsabilidade fiscal. Ele minimiza o que chama de “a lorota do golpe”.

16:10 – O deputado Wilson Filho (PTB-PB) reconhece que o PT “fez bem à democracia”. Foi bom, segundo ele, ver um partido de esquerda sair da oposição e assumir o governo. “O PT fez bem ao entrar, e fará um bem ainda maior ao sair.”

16:08 – O deputado Weverton Rocha (PDT-MA) diz que o PDT vai lançar Ciro Gomes candidato da legenda à presidência em 2018. E, enquanto isso, o partido vai “defender a Constituição”, votando contra o impeachment.

16:08 – O deputado Weverton Rocha (PDT-MA) diz que o PDT sempre esteve “na trincheira” defendendo a CLT e os direitos dos trabalhadores e dos aposentados.

16:07 – Até as 16h, o plenário da Câmara contabilizava 492 deputados na Casa, sendo que 489 deles estavam presentes na sessão.

16:03 – O deputado Arnaldo Faria de Sá (PTB-SP) presta uma homenagem a Roberto Jefferson, que segundo ele, começou a mudar o país ao denunciar o mensalão.

16:02 – O deputado Wilson Filho (PTB-PB) reconhece que o PT “fez bem à democracia”. Foi bom, segundo ele, ver um partido de esquerda sair da oposição e assumir o governo. “O PT fez bem ao entrar, e fará um bem ainda maior ao sair.”

16:00 – O deputado Wilson Filho (PTB-PB) fala. É o nono líder partidário.

15:57 – O deputado Márcio Marinho (PRB-BA) critica a corrupção do atual governo, explicando a saída de seu partido da base aliada.

15:56 – O deputado Márcio Marinho (PRB-BA) fala. É o oitavo líder partidário.

15:49 – O deputado Pauderney Avelino (DEM-AM) fala agora. É o sétimo líder

15:48 – O deputado Fernando Coelho Filho (PSB) encaminha voto “sim ao impeachment, sim ao Brasil”.

15:47 – O deputado Fernando Coelho Filho (PSB) afirma que Dilma “perdeu a autoridade e a credibilidade” para criar uma “agenda mínima” para tirar o país da atual situação. Ele é o sexto a falar.

15:47 – Deputados estão com olhos atentos no celular, enquanto colegas discursam na tribuna do plenário.

15:42 – O deputado Rogério Rosso (PSD-DF) lembra que a comissão fez 11 reuniões, com mais de 50 horas de debates. Ele também diz que o juízo tem caráter político, mas sem descuidar dos aspectos “técnicos e formais”.

15:41 – O deputado Rogério Rosso (PSD-DF) disse que os parlamentares representam 96 milhões de eleitores, o que os torna “absolutamente legitimados”. Ele também disse que “acompanhou” o rito do impeachment de 1992.

15:38 – O deputado Rogério Rosso (PSD-DF), presidente da Comissão do Impeachment, fala.

15:27 – O deputado Aelton Freitas (PR-MG) fala. Ele é o quinto líder a se pronunciar. Ele fala agora.

15:22 – O deputado Aguinaldo Ribeiro (PP-PB) pede que, qualquer que seja o resultado, tenhamos “compromisso” com o fortalecimento do Brasil.

15:18 – O deputado Aguinaldo Ribeiro (PP-PB) é o quarto líder a se pronunciar. Ele fala agora.

15:14 – O deputado Antonio Imbassahy (PSDB-BA) afirma que Dilma “mentiu ao país” na questão da conta de luz ou ao dizer que não retiraria direitos dos trabalhadores.

15:13 – O deputado Antonio Imbassahy (PSDB-BA) pede o voto “sim pelo Brasil”.

15:11 – O deputado Antonio Imbassahy (PSDB-BA) diz que quem votar contra vai entrar para a história “pela porta dos fundos”, por apoiar uma presidente que mentiu, cometendo crime de responsabilidade e levando o país à crise.

15:10 – O deputado Antonio Imbassahy (PSDB-BA) é o terceiro líder a falar.

15:09 – O deputado Afonso Florence (PT-BA) termina seu discurso. “Não ao impeachment, impeachment é golpe.”

15:06 – O deputado Afonso Florence (PT-BA) cita pesquisas recentes que mostram que mais da metade dos entrevistados, mesmo os de oposição a Dilma, são contra o impeachment, por rejeitar Michel Temer na presidência. “A chapa Michel-Cunha não pode passar, não passará!”

15:04 – O deputado Afonso Florence (PT-BA) afirma que foi Lula quem deu autonomia à PF. Florence critica a chapa “Michel-Cunha” e chama de golpe o que acontece agora na Câmara.

15:02 – O deputado Afonso Florence (PT-BA) disse que existe uma “candidatura” do vice-presidente Michel Temer nessa “eleição indireta”, liderada pelo presidente da Câmara Eduardo Cunha, derrubando a presidente Dilma, “uma mulher honesta”.

15:01 – O deputado Afonso Florence (PT-BA) disse que “os políticos golpistas vão para o lixo da história”.

15:00 – O deputado Afonso Florence (PT-BA) fala “contra o impeachment e o golpe”. Ele apela “à consciência democrática” e cita as manifestações de rua que ocorrem hoje contra o golpe.

14:59 – O presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), diz que a orientação dos partidos não vai ser colocada em painel.

14:55 – O deputado Leonardo Picciani (PMDB-RJ) diz que, como líder, encaminha o voto “sim”.

14:53 – O deputado Leonardo Picciani (PMDB-RJ) diz que se trata de uma “sessão histórica”. “O que estamos fazendo aqui não é uma brincadeira.” Ele diz que trata-se de defender “os princípios republicanos e a democracia”.

14:51 – O deputado Leonardo Picciani (PMDB-RJ) fala.

14:50 – O relator do parecer do impeachment, deputado Jovair Arantes (PTB-GO), termina seu discurso.

14:49 – Presença na casa: 441. Na sessão: 406

14:46 – O relator do parecer do impeachment continua fala sobre “a paralisia que tomou conta do país”.

14:44 – O relator do parecer do impeachment, deputado Jovair Arantes (PTB-GO), negou que o TCU tenha “alterado seu entendimento”. “O TCU detectou a conduta ilícita, pela primeira vez, nas contas.”

14:41 – O relator do parecer do impeachment, deputado Jovair Arantes (PTB-GO), refuta a versão de que governos anteriores tivesse realizado práticas fiscais semelhantes.

14:40 – O relator diz que “nenhum agente político precisa de aviso prévio para cumprir as leis e a Constituição”.

14:39 – O relator do parecer do impeachment, deputado Jovair Arantes (PTB-GO), diz que os decretos suplementares e as “pedaladas” foram “condutas gravíssimas”, que geram “consequências drásticas” para a economia brasileira.

14:35 – O relator do parecer do impeachment, deputado Jovair Arantes (PTB-GO), afirma que o trabalho da Comissão de Impeachment teve “legitimidade”, garantida pelo STF, pelos partidos, pela imprensa e pela sociedade.

14:33 – O relator do parecer do impeachment, deputado Jovair Arantes (PTB-GO), diz que, independentemente do resultado, o Parlamento “sai fortalecido” e merecedor do respeito da população.

14:32 – Eduardo Cunha (PMDB-RJ) pede que apenas os secretários e o segundo suplente fiquem na Mesa Diretora.

14:31 – O relator do parecer do impeachment, deputado Jovair Arantes (PTB-GO), volta a falar. Ele ainda tem 21 minutos, segundo Eduardo Cunha.

14:29 – Deputados que estavam atrás da Mesa Diretora finalmente saem.

14:26 – O relator do parecer do impeachment, deputado Jovair Arantes (PTB-GO), diz que democracia é “respeitar a Constituição” e ser transparente com as contas públicas.

14:24 – O relator do parecer do impeachment, deputado Jovair Arantes (PTB-GO), diz que hoje vamos “dar uma resposta à população”, “fortalecendo a democracia”.

14:22 – O relator do parecer do impeachment, deputado Jovair Arantes (PTB-GO), iniciou a fala.

14:20 – Empurra-empurra entre deputados na frente da Mesa Diretora.

14:17 – O deputado Orlando Silva (PCdoB-SP) pede mais esclarecimentos sobre a votação, mas Eduardo Cunha.

14:14 – Deputados pedem esclarecimentos a Eduardo Cunha sobre a votação.

14:11 – O presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), diz que a votação dos ausentes será feita após a votação dos parlamentares de cada estado.

14:09 – Depois, líderes partidários podem falar , entre 3 e 10 minutos, de acordo com o tamanho da bancada. Cada um terá mais um minuto para orientar a bancada.

14:08 – O relator do parecer do impeachment, deputado Jovair Arantes (PTB-GO), terá 25 minutos para falar.

14:06 – Há 249 deputados presentes.

14:05 – O secretário da Câmara, deputado Beto Mansur, lê a ata da sessão anterior.

14:00 – Cunha prevê que votação do impeachment termine entre 21h30 e 22h.

13:44 – Deputada Maria do Rosário (PT): “Confiança total. A madrugada foi longa, e Eduardo Cunha, trabalha à noite. Mas o dia amanheceu.”

13:32 – O presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), já chegou ao Congresso. Ele não falou com a imprensa e disse que fará isso antes de ir para o plenário.

13:20 – No plenário ainda vazio, deputados treinam no microfone o voto para a sessão na Câmara.

13:13 – O presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), já deixou sua casa em Brasília. Ele já falou que só quer começar a votação com a presença de 450 deputados no plenário.

13:03 – Líder do governo na Câmara diz que governo tem votos para barrar o impeachment.

12h:56 – Intensas negociações acontecem nos gabinetes políticos de Brasília, em articulações em busca de votos pró e contra o impeachment. O ex-presidente Lula, que estava em São Paulo, voltou a Brasília para dar apoio à presidente Dilma Rousseff.

COMPARTILHEM

cassação dilma