Desenvolvido pela Prefeitura de Seropédica, por meio da Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos, o Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) tem auxiliado diversos seropedicenses com cursos aplicados gratuitamente.

Nesta sexta-feira (07), aconteceu mais uma formatura das alunas dos cursos oferecidos pelo CRAS Campo Lindo no salão do Grêmio Recreativo maluco Beleza, localizado em frente a Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos.

A entrega do certificado de conclusão do curso contou com a presença da secretária de Assistência Social, Patricia Amaral, do Vice Prefeito Zealdo Amaral e dos vereadores professor Lucas e Rogério Morcego. “É muito gratificante saber que as alunas do CRAS já podem entrar no mercado de trabalho e ter sua própria renda. Aqui se formam profissionais e estão todas de parabéns por essa conquista”, disse patrícia Amaral.

O vice prefeito Zealdo Amaral parabenizou as formandas por seu esforço e falou sobre a importância da qualificação profissional. “Vocês estão de parabéns por buscarem se qualificar, sei que para muitas de vocês é difícil deixar suas responsabilidades para participarem das oficinas, mas, principalmente pela grande quantidade de vagas que estão surgindo na cidade, é muito importante buscar qualificação profissional”, enfatizou Zealdo.

A finalidade dos cursos desenvolvidos no CRAS é desenvolver habilidades necessárias para atuação no campo de trabalho e para tanto são desenvolvidas aulas teóricas e práticas específicas, aulas de auto-conhecimento, palestras e cursos, possibilitando que os alunos gerenciem o seu próprio negócio, promovendo aos alunos, autonomia, bem como o resgate e elevação da auto-estima e a melhoria da qualidade de vida.

Os interessados em participar dos cursos devem fazer a inscrição diretamente nos Pólos dos CRAS ou na Secretaria de Assistência Social, situada a Estrada Rio / São Paulo KM 40, munidos dos seguintes documentos: comprovante de residência, RG (xerox), inscrição no CADUnico.

A moradora do bairro de Campo Lindo, Geralcina Silva Martins, de 53 anos já havia cursado a oficina de manicure e agora concluiu a oficina de cabeleireiro. “esta é uma oportunidade única de fazer uma qualificação profissional, irei continuar participando das oficinas”, disse empolgada a aluna.

Muito emocionado, Cosme Reis Martins, marido de Geralcina não se continha em satisfação de ver a mulher concluindo mais uma oficina. “Fico muito feliz por ela, enquanto minha mulher cursava as oficinas do CRAS construi uma loja no quintal de casa e montei um salão para ela poder trabalhar”, conta emocionado.

 

Veja a galeria de fotos do Evento

Faça o seu comentário