terceira idade

Esta imagem expressa a realidade lastimável e triste que muitos dos nossos anciãos vivem. Digo “nossos” porque são sem dúvida estes que um dia plantaram, seja lá o que for, de muito bom grado,  e nós entao colhemos. E muitas vezes esquecemos do trabalhão que eles tiveram. E cá entre nós e que ninguém nos ouça, que trabalhão que eles tiveram pensando em nós, não é mesmo?

É lamentável saber que a terceira idade tem sido menosprezada, deixada de lado, e por vezes aos maus tratos por pessoas insensíveis e desalmadas. Abuso financeiro, violência psicológica e violência física são alguns dos tipos de tratamento que nossos idosos recebem.

Segundo a Secretaria de Direitos Humanos, que mantém o serviço de apoio e monitoramento, as vítimas são alvo de mais de um tipo de violência, resultando em problemas comportamentais e distúrbios emocionais. O que de fato, afeta em muito a saúde destes de “cabeça branca”.

Segundo dados do Disque 100, que é serviço do governo federal, o número de registros de casos de negligência e violência contra idosos cresceu 16,4% no país em um ano. (pesquisa relatada pela Folha de Sao Paulo em julho de 2015). Ou seja, 16.014 denuncias a favor dos idosos, e em detrimento dos maus tratos. Um absurdo!

Estaria então certo o romancista francês Montherlant, dizer que ” Os velhos morrem porque já não são amados”?  Acredito que quando se perde o gosto pela vida, pelo viver, a alma vai se esvaindo de tal forma que um dia realmente morrem. E morrem em vida. O coração ja está amargurado de tanta tortura e decepção, principalmente com aqueles que mais foram amados. E muitos dos idosos estão vivos, mas não estão vivendo plenamente como deveriam.

O abandono causado pela ingratidão é uma das mazelas da humanidade. Temos que denunciar! O desrespeito aos idosos é uma alarmante situação que causa indignação à todos nós que somos de bem e que amamos as pessoas, os relacionamentos.

 

Victor Hugo, poeta e dramaturgo, disse algo fantástico certa vez e faço questão de compartilhar com meus queridos leitores:

“Pois vêem-se chamas nos olhos dos moços, mas no olho do ancião vê-se a luz.”

Lindo. Sensacional. Que possamos, a cada dia, lutar unidos contra essa problemática social! Sao nossos pais, nossos avôs e avós que estão padecendo, embebidos em amargura e sem força para viver. Mas que, eu e voce, continuemos a enxergar a luz, o brilho sensato e experiente que ha nos olhos destes tão queridos e fofos de cabelos brancos.

Um abraço, e  que Deus nos abençoe!

J.C.Marques