Luiz Fernando de Souza, mais conhecido como Pezão PMDB teve em Seropédica 69, 05% dos votos validos (25509 votos) enquanto o candidato Marcelo Crivella teve 30,95% votos validos (11436 votos). Isso significa que o Governo dele foi considerado pelos Seropedicenses como excelente, e que a maioria da população aceitou o pedido do Prefeito Martinazzo em votar nele.

Martinazzo disse: “Nunca em Seropédica teve um Governador que investiu tanto em obras como Pezão, e nós tínhamos o dever de reelege-lo, para dar continuidade ao crescimento de nossa cidade, indústrias estão chegando, varia obras importantes foram feitas aqui, como a FAETEC, UPA, Clinica da Família, e o asfaltamento de várias ruas do município, Seropédica é outra graças a este homem simples e trabalhador chamado Pezão” comemora Martinazzo.

História de Pezão

Formado em Economia e Administração de Empresas e natural do município Piraí, ingressou na vida política na década de 1980, quando foi eleito vereador por dois mandatos (1982-1988 e 1993-1996) e depois tornou-se prefeito de sua cidade natal por duas vezes (1996-2000 e 2001-2004), períodos em que o município experimentou grande desenvolvimento e passou a ser referência como modelo de gestão municipal. Pezão incentivou a geração de empregos com a construção de condomínios industriais e recuperou a economia do município atraindo empresas com incentivos fiscais. Em especial, o projeto Piraí Digital recebeu reconhecimento nacional e internacional oferecendo internet grátis em escolas, prédios públicos e postos de saúde.

Pezão foi nomeado subsecretário estadual de Governo e de Coordenação pela governadora Rosinha Matheus em 2005.1 Assumiu a titularidade da pasta quando o então secretário Anthony Garotinho (marido da governadora e ex-governador) decidiu disputar pela segunda vez o cargo de Presidente do Brasil.2

Eleito vice-governador do estado do Rio de Janeiro por dois mandatos (2007-2010 e 2011-2014), Pezão coordenou a recuperação das cidades da Região Serrana afetadas pelas chuvas e comandou os projetos Asfalto na Porta e Bairro Novo, que levaram melhorias urbanas como drenagem, pavimentação e calçamento de ruas aos municípios do estado. À frente da Secretaria de Obras, Pezão coordenou as principais obras do Governo do Estado, entre elas as do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) no Complexo do Alemão, Manguinhos, Pavão-Pavãozinho/Cantagalo e Rocinha e a construção do Arco Metropolitano do Rio de Janeiro. Assumiu o cargo de governador do Rio de Janeiro, após a renúncia, em 3 de abril de 2014, de Sérgio Cabral Filho.

Eleito Governador do Estado do Rio de Janeiro em segundo turno nas eleições de 2014 com 4.343.713 votos, representando 55,78% dos votos válidos3 .

É casado com a advogada Maria Lucia Cautiero Horta Jardim, primeira dama do Estado do Rio de Janeiro e presidente de honra do Rio Solidário.
Crivella teve 3.442.086 votos.

DSC_0124

Faça o seu comentário