Mais de 6000 pessoas circularam entre os estandes da Feira do Trabalho em Seropédica, realizado neste sábado 30 de maio, com início às 8:00 horas e término às 14:00 horas. Tinha fila desde a entrada da Rua Rita Batista no Km 40, distante 300 metros do CIEP 156 Dr. Albert Sabin, local aonde as empresas estavam atendendo o grande número de pessoas, que não paravam de chegar para procurar emprego, de Seropédica como dos municípios vizinhos, (Nova Iguaçu, Paracambi, Japeri, Itaguaí e Rio de Janeiro).

Logo na entrada do prédio do Brizolão, tinha uma equipe de alunos da Secretaria do Trabalho e Renda, atendendo a população fazendo Reflexo Terapia e Shiatsu, e uma equipe da Secretaria de Saúde e Defesa Civil aferindo Pressão e distribuído camisinha do Programa DST/AIDS. Vários serviços estavam sendo oferecidos: “DETRAN que estavam tirando Carteira de Identidade, o do Ministério do Trabalho tirando Carteira de Trabalho” Empresas como Real Rio, Votorantim Cimentos, Cassol Pré-Fabricados, Fadel, PolyRio Ambiental, Ciclus, Domínio RH, Supermercados Rural, CETUR, entre outras estavam recolhendo curriculum para serem analisados.

Durante o evento a equipe da Secretaria de Planejamento e Desenvolvimento Sustentável de Seropédica e o SEBRAE estavam legalizando o microempreendedor individual, e oferecendo aos interessados informações sobre microempreendedorismo. “Microempreendedor Individual (MEI) é a pessoa que trabalha por conta própria e que se legaliza como pequeno empresário. Para ser um microempreendedor individual, é necessário faturar no máximo até R$ 60.000,00 por ano e não ter participação em outra empresa como sócio ou titular. O MEI também pode ter um empregado contratado que receba o salário mínimo ou o piso da categoria”, explica Fabio Cavalcante, Subsecretário de Indústria e Comércio.

O evento é foi uma iniciativa do prefeito Alcir Fernando Martinazzo e visa à inserção de profissionais no mercado de trabalho. Foi exigido alguns documentos para as vagas disponíveis como: RG, CPF, comprovante de residência, carteira de trabalho, título de eleitor, certidão de casamento ou nascimento, certificado de reservista, sendo original e algumas xerox. “Durante o evento foram disponibilizadas vagas imediatas e cadastros reservas pelas empresas participantes”, informou Martinazzo.

De acordo com Márcia Lopes, Secretária de Trabalho e Emprego, a feira tem sua origem na necessidade da construção de um espaço de interação entre os atores envolvidos no cenário do mercado de trabalho, com o objetivo de contribuir para o aumento da probabilidade de obtenção de emprego e trabalho decente e da participação do cidadão em processos de geração de oportunidades de trabalho e emprego. “O 3º feirão visa possibilitar o encontro de empresas e candidatos às vagas de emprego ou estágio”, destacou.
1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 37 38 39 40 41 42 43 44 47 49 51 52 53 54 55 59 60 61 62 63 64 65 66 67 68 69 70 71 72 73 74 75 76 77 78 79