Na nova fase que vive o Estado do Rio de Janeiro nos últimos seis anos, é necessário pensar o futuro de uma forma que o crescimento seja mantido e o progresso chegue a todos os municípios. Para isso, grandes projetos vão melhorar a infraestrutura do Rio e melhorar a vida dos cidadãos. O Arco Metropolitano começa em Manilha e vai até o município de Itaguaí. São 146 quilômetros e ele corta oito municípios. O projeto do arco foi idealizado em 1970.

Do total dos 146 quilômetros da rodovia, o governo do estado assumiu a parte mais difícil: construir o trecho virgem, de 70,9 quilômetros, que liga Duque de Caxias a Itaguaí e corta Nova Iguaçu, Japeri e Seropédica. Para viabilizar da melhor forma esta intervenção tão necessária. O arco é uma rodovia que vai interligar os estados do nordeste, do centro-oeste e do sul. Todos estão passando pelo Rio de Janeiro. Todos esses materiais que vêm dos estados para exportação – ou mesmo de importação – eles vão passar pelo Arco Metropolitano.

Quem percorre a BR 493 até na Ilha da Madeira em Itaguaí observa várias empresas montando seus parques industriais no entorno do Arco Metropolitano, a própria empresa MRS Logística S.A. é a concessionária que opera a chamada Malha Regional Sudeste da Rede Ferroviária Federal S. A., que era composta pelas Superintendências Regionais SR3 – Juiz de Fora e SR4 – São Paulo, vendo o aumento de circulação de cargas no Porto de Itaguaí criou um projeto que irá triplicar a linha férrea que passa por Itaguaí, Seropédica, Japeri, e por fim Queimados, melhorando com isso a mobilidade no transporte de cargas, e diminuído a circulação de caminhões pelos municípios.

Em Seropédica por exemplo, O Arco Metropolitano corta boa parte do município, e muitas empresas estão vindo graças ao empreendedorismo do Prefeito Martinazzo e do Ex-secretário de Planejamento e Desenvolvimento Sustentável Wilson Beserra. Umas das vantagens oferecidas e a política de incentivos fiscais elaborado por Wilson Beserra, a outra medida são os projetos elaborados para fazer de Seropédica um município com desenvolvimento sustentável, com equilíbrio fiscal, onde promete alavancar o desenvolvimento do município sem desconsiderar a qualidade de vida da população.

2

PORTO DE SEPETIBA

34567

 

Faça o seu comentário