Turma Bicentenário do Brigadeiro Sampaio
O evento teve início nesta sexta-feira (28/11) com Cultos Religiosos, Católico, Evangélico e Espírita. A Missa foi Presidida pelo Arcebispo Militar Dom Fernando José Monteiro Guimarães, CSSR, e o Padre Capitão Capelão, Paulo César Rodrigues Magalhães. O Auditório Médici ficou completamente lotado de fieis que vieram rezar pelos formandos. Logo a seguir foi realizado a Colação de Grau dos Aspirantes no Teatro Acadêmico.

A emoção tomou conta dos Pais, amigos e Padrinhos que vieram assistir esta importante cerimônia. Foram 427 formandos, dentre os quais cinco são oriundos de Nações Amigas (dois de Moçambique, um do Peru, um de Angola e um da Guiana) e 422 brasileiros naturais das mais diversas regiões do País. Nesta cerimônia foram premiados os mais destacados em suas áreas de atuação, Adidos Militares de diversos países premiaram todos os primeiros lugares com medalhas, relógios, celular, etc.

A formatura, que aconteceu no Pátio Tenente Moura, contou com a presença de mais de oito mil pessoas que lotaram todas as dependências do prédio para assistirem a entrega das Espadas pelos Padrinhos. A Banda Militar deu um espetáculo a parte, tocando vários Hinos Militares e o Hino do Brasil, que foi saudado por todos, Adidos Militares de Vários Países Bateram continência para nossa Bandeira Nacional, mostrando com isso respeito a nossa soberania, e amizade ao nosso País.

Várias autoridades estiveram presentes, destacando o Ministro de Estado da Defesa Celso Amorim, o Deputado Federal Jair Bolsonaro, o Comandante da AMAN General-de-Brigada Tomás Miguel Miné Ribeiro Paiva, entre outras autoridades, Civis Militares e eclesiásticas.
Finalizando a solenidade Amorim discursou e falou sobre a importância da paz para defesa do país e de como as capacidades técnicas e intelectuais precisam estar de acordo com os desafios contemporâneos. O preparo para defesa é essencial para paz, e não é à toa que o patrono do Exército é conhecido também como Pacificador, ele foi o homem que logrou vitórias nas lutas da tríplice aliança, ele foi também o político hábil que soube trazer a paz a muitas das então províncias brasileiras; garantindo dessa maneira, não só pela sua coragem, mas também por sua habilidade, por sua tolerância, a integridade do nosso país – disse o Ministro vislumbrando desafios tecnológicos para os formandos.

“Os senhores vão enfrentar, espero, que apenas em exercícios pacíficos, mas vão enfrentar os desafios da guerra eletrônica, da guerra cibernética, ao mesmo tempo em que terão que continuar a marcar a presença num território tão vasto como é o território brasileiro” concluiu.

Dentre os Formandos estava meu sobrinho Tenente Rodrigo Bonfim Silva, que recebeu a Espada de seus Pais, que muito orgulhosos falavam da luta de seu filho para conquistar está tão merecida etapa na sua vida. “Ele desde pequeno sempre quis ser militar, é um filho obediente e esforçado, que não mediu esforços para conquistar mais esta vitória” disse seus pais Amarildo e Marilene.

DSC_0016

 

DSC_0130

DSC_0131DSC_0129

DSC_0138DSC_0140DSC_0114DSC_0104DSC_0099DSC_0022DSC_0048

 

Faça o seu comentário