Com a flexibilização da quarentena o Turismo na região de Mangaratiba vai começar aquecer após o dia 15 de julho, data prevista para liberação das praias no município.

Apesar do período de inverno muitas pessoas gostam de passar o final de semana próximo ao mar. Mas algumas restrições ainda estão em funcionamento, como uso de mascaras, evitar aglomerações, e uso do álcool gel. 
A Cidade de Mangaratiba onde fica a Ilha de Jaguanum está situada entre serras com exuberante e densa mata atlântica bem preservada com inúmeras cachoeiras e o mar, as margens da Baía de Sepetiba.

A ilha de Jaguanum é um dos locais mais procurados para o turismo, para chegar ao local acesse a Rodovia Rio Santos até a Praia de Itacuruça, ali tem vários barqueiros que fazem a travessia até a ilha. 

Em Itacuruça existe o terceiro maior Iate Clube da América Latina em número de barcos, possui bons bares e restaurantes, e pode-se ainda realizar a pé um pequeno roteiro pelas construções históricas da cidade como a Estação Ferroviária de Itacuruça, Construção de 1911, onde atualmente funciona o Centro Ferroviário de Cultura de Itacuruça, a Sede da Fazenda de Sant’Ana, local de fundação do Distrito de Itacuruça e a Igreja Nossa Senhora de Sant’Ana, construção de 1840, de onde se consegue uma bela vista panorâmica da Ilha e do Canal de Itacuruça. 

Após fazer travessia de barco até a Ilha de Jaguanum o Turista vai encontrar varias praias paradisíacas; a Praia de Araçá, Praia da Estopa, Praia da Pitangueira, Praia do Sul, Praia do Catita, Praia da Várzea entre outras praias, os Restaurantes e bares estão nas Praias da Pitangueira, Araçá, e Praia do Sul. 

Locais para passar temporadas

Na Praia da Pitangueira tem a Pousada Jaguanum. Para aluguel de temporada para dez pessoas existe quatro casas na Praia da Estopa uma com Hidromassagem, e duas casas na Praia de Calhaus com Hidromassagem. Na Praia da Pitangueira tem Camping.

Contato 21 984434691 Paula, e-mail [email protected]
Casas de temporada, valor médio de final de semana 1500 de sexta a domingo para até 10 pessoas

GASTRONOMIA

 

 

Faça o seu comentário