Após o atropelamento de dois cavalos, que matou o subtenente reformado da PM, Paulo César Reis, de 50 anos, no bairro Muqueca, na semana passada. A Prefeitura de Barra do Piraí assinou um convênio com o Curral de Seropédica e deu início a apreensão de animais de grande porte, abandonados em vias públicas com o apoio da Polícia Rodoviária Federal (PRF).

Segundo a assessoria de imprensa da prefeitura, após a remoção de bovinos e equinos, os animais são levados para o curral, e lá, aguardarão dez dias até que o proprietário apareça. O dono dos animais deverá pagar pelas diárias no local.

De acordo com o comandante da Guarda Municipal, Enoch Sach Mello, o serviço foi feito em diferentes partes do município, e foram apreendidos, até às 12 horas desta segunda-feira, 14 animais, sendo dez equinos e quatro bovinos.

– Era uma reclamação constante à Guarda Municipal. E, com este convênio emergencial, poderemos ter, além da autonomia, equipamentos próprios para esta captura. Pedimos aos proprietários desses animais que tenham o cuidado com eles, para que não tenhamos acidentes como o ocorrido na semana passada – disse o comandante.

A Prefeitura de Barra do Piraí informou que a operação será constante, todos os dias da semana, mediante denúncia ou não. O convênio emergencial, feito com o Curral de Seropédica, não trouxe ônus ao erário público. Até a realização do Chamamento Público, aberto meses atrás, o destino será a cidade de Seropédica; translado feito pela PRF.

Fonte: Diário do Vale