PROJETO EQUOTERAPIA DA UFRRJ DISTRIBUIÇÃO DE CESTAS DE ALIMENTOS, ATIVIDADES PEDAGÓGICAS E ORIENTAÇÕES CORPÓREAS ENTRE TERAPEUTAS/PRATICANTES”

 Período de Execução: 09 de Julho de 2020 a partir da 8:00 horas

Local: Picadeiro da Adur Atrás  do P1

Promoção: Centro Interdisciplinar de Equoterapia da UFRRJ

Grupo de Pesquisa em Equoterapia: Campo Interdisciplinar de Educação, Saúde e Desporto – CNPq

BiextProext-UFRRJ

CAIC Paulo Dacorso Filho/UFRRJ

 Instituição Promotora do Evento: Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro

Instituto de Educação – Departamento de Teoria e Planejamento de Ensino

Demanda a ser Atendida: APENAS PARA OS Praticantes da Equoterapia da UFRRJ e os seus familiares.

Responsável pela Elaboração do Projeto: Grupo de Pesquisa em Equoterapia: Campo Interdisciplinar de Educação, Saúde e Desporto UFRRJ – CNPq.

Coordenador: Prof. Dr. José Ricardo da Silva Ramos

Realização do Evento:

Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, Km 7

Campus Universitário de Seropédica – RJ

APRESENTAÇÃO

Este projeto foi arquitetado coletivamente por meio de reuniões continuas até chegar ao formato de projeto ora organizado de modo a proporcionar uma proposta de distribuição de cestas de alimentos, atividades pedagógicas e orientações corpóreas entre terapeutas/praticantes da Equoterapia da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (a UFRRJ).

Identificando as necessidades da população de Seropédica atendida pelo Projeto da Equoterapia da UFRRJ que é de baixo poder aquisitivo, com dificuldades de prover suas necessidades básicas ou que, por algum motivo, passam por problemas momentâneos ocasionadas por desemprego, necessidades especiais de filhos,  vulnerabilidade social no enfrentamento Pandemia do Novo Coronavírus, o projeto tem como objetivo de assistir essa população com entrega de cestas básicas mensalmente a partir do dia 9 de julho de 2020, distribuição de atividades pedagógicas impressas em apostilas, distribuição de máscaras de proteção para proteção respiratória aos praticantes diante de possíveis contaminações do novo coronavírus, orientações de uso de máscaras, acompanhamentos individualizados, como também verificar a efetivação das conduções pedagógicas, progressos escolar de cada família especial.

Esse projeto será desenvolvido por Integrantes do Grupo de Pesquisa em Equoterapia: Campo Interdisciplinar de Educação, Saúde e Desporto UFRRJ; integrantes do Centro de Formação Interdisciplinar de Equoterapia da UFRRJ; trabalhadores e tratadores de cavalos da UFRRJ e voluntários/alojados da UFRRJ.

O trabalho da Equoterapia pode ser compreendido como uma estratégia de atendimento as necessidades especiais, vulnerabilidade social no enfrentamento Pandemia do Novo Coronavírus. Uma tarefa interativa e alcançar objetivos mais eficazes para crianças com necessidades educacionais especiais e seus familiares. Tal projeto que a princípio avalizaria o trabalho de equipe também pode ser realizado onde o agente educacional cavalo pode também participar do processo educacional. A Equoterapia está relacionada neste trabalho em que o cavalo também interage com o outro, participando do atendimento necessidades básicas da população de Seropédica atendida pelo Projeto da Equoterapia da UFRRJ.

O trabalho equoterápico foi se organizando em nossas constantes avaliações em que foram efetivadas as ações pedagógicas de inserir a população de Seropédica num tipo de Equoterapia Inclusiva em que elas se entendessem e se formassem a partir da vivência coletiva com sujeitos neurotípicos nos diferentes tempos e espaços da Equoterapia Educacional em determinadas situações reais da população de Seropédica atendida pelo Projeto da Equoterapia da UFRRJ, num trabalho inclusivo efetivo com ela, beneficiando a interação entre colegas, mediadores, cavalos, apoio e voluntários/alojados da UFRRJ.

Esse projeto aproximará a UFRRJ da confraria da comunidade de Seropédica, o que favorecerá a alargamento das experiências tipicamente solidárias da universidade, com a Equoterapia, no espaço da UFRRJ a partir do atendimento das necessidades da população de Seropédica atendida pelo Projeto da Equoterapia da UFRRJ pode beneficiar o desenvolvimento mensal de distribuição de cestas de alimentos, atividades pedagógicas e orientações corpóreas entre terapeutas/praticantes da Equoterapia no interior Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (a UFRRJ)

 OBJETIVO:

 Ampliar no espaço acadêmico da UFRRJ com a entrega de cestas básicas mensalmente, distribuição de atividades pedagógicas impressas em apostilas, distribuição de máscaras de proteção para proteção respiratória do praticante diante de possíveis contaminações do novo coronavírus, orientações de uso de máscaras, acompanhamentos individualizados como também verificar a efetivação das conduções pedagógicas, progressos e evoluções de cada família especial.

.MODO DE ENTREGA:

Advertimos que tais ações estão de acordo com as medida em que o cenário epidemiológico e as orientações dos órgãos governamentais estão à disposição da população brasileira:

  • O uso de álcool 70% para usar e/ou disponibilizar para os praticantes durante os atendimentos. Higienizar adequadamente também todos os equipamentos que forem entrar em contato com os praticantes e seus familiares;
  • Evitar tocar nos praticantes, higienizar as mãos com álcool 70% imediatamente ou água e sabão;
  • – Impedir o uso do celular durante o atendimento, caso o manuseio, higienizá-lo antes e após o uso;
  • – Receber o praticante e seus familiares sem o contato físico;
  • – Lavar as mãos antes e depois dos atendimentos;
  • – Uso de óculos de proteção ou protetor facial, máscara protetora;

Essas orientações para os praticantes e familiares são as medidas a serem tomadas para evitar o contágio, restringindo ao máximo, a disseminação do vírus. As orientações do Ministério da Saúde, amplamente disseminadas pela ANDE-Brasil. Pois caso um praticante esteja apresentando algum sintoma que indique uma possível contaminação pelo coronavírus (febre alta, dispneia e mal-estar), a orientação é não realizar pessoalmente os atendimentos. Este deve buscar alguém para substituí-lo que possa pegar o material no seu lugar. Para isso, buscaremos:

  • Nortear os praticantes a chegar no horário previsto a fim de evitar aglomerações no local da distribuição;
  • Na recepção dos praticantes solicitar que ao chegar as mãos devem ser higienizadas com álcool gel;
  • Higienizar todo o material com álcool 70% e orientar os pacientes a evitar tocar nelas. Caso o façam, ter álcool gel à mão para a higiene das mãos;
  • Após todo atendimento, estabelecer uma rotina de higienização dos materiais, equipamentos e aparelhos com álcool 70% e banho nos animais;
  • Garantir o espaçamento de tempo entre cada família para o atendimento, que haja espaço de ao menos um metro e meio entre as pessoas;
  • . Orientarmos praticantes e familiares sobre as medidas a serem tomadas para evitar o contágio, restringindo ao máximo, a disseminação do vírus;
  • Substituição do praticante ou familiar, caso o mesmo apresente sintomas de tosse, coriza, febre, falta de ar e fadiga corporal.

Para evitar os eventuais riscos de contaminação de um para outro praticante, por meio do manuseio dos terapeutas/mediadores e auxiliares, será necessário tomar algumas precauções como:

  1. Limpeza e higienização dos materiais de encilha e/ou outros, antes e depois de serem utilizados em cada sessão;
  2. Solicitar aos pais/responsáveis que não cheguem mais próximos do que 1m dos profissionais, ao deixar e buscar o praticante;
  3. Evitar contato físico com os praticantes ou limitar ao mínimo;
  4. Lavar mãos ou usar álcool gel ou líquido para higienização das mãos dos mediadores e auxiliares, antes de entrarem em contato com o praticante e imediatamente depois do atendimento;
  5. Passar álcool gel nas mãos do praticante, assim que ele estiver montado ou posicionado, para evitar que passe na boca ou olhos;
  6. Garantir que nenhum profissional do local apresenta sintomas de gripe (qualquer).

Credenciamento e Recepção

– Recepção dos participantes, higienização e orientação;

– Entrega de materiais e orientações gerais;

– Encaminhamento para a aquisição do material.

 PROGRAMAÇÃO DO EVENTO

  • 9 de Julho de 2019 (quinta-feira)

Quinta-feira, 09/07/2020 

Local: Atrás do P1

8:00h às 12h.

8:00 1α Família e praticante;

8:20 2α Família e praticante;

8:40 3α Família e praticante;

9:00 4α Família e praticante

E seque o espaçamento de tempo de 20 a 30 entre cada família. 

Faça o seu comentário