Equoterapia é alternativa para reabilitação de portadores de necessidades especiais

Foi realizado nesta quinta-feira (5), o III Festival de Equoterapia da UFRRJ/CAIC Paulo Dacorso Filho: Equoterapia, Psicomotricidade e Autismo.

A equoterapia é um método que utiliza cavalos para auxiliar na reabilitação de pessoas com deficiências físicas, mentais ou necessidades especiais em geral. O tratamento com o animal é utilizado como agente promotor para ganhos psicológicos, físicos e educacionais para esta população. Para os especialistas, a atividade exige uma participação do corpo inteiro, o que acaba contribuindo para o desenvolvimento da força, além de proporcionar relaxamento, conscientização do próprio corpo e ajuda na coordenação motora e no equilíbrio, ajudando na autoconfiança e na autoestima.

Em entrevista com o Seropédica Online, o Doutor José Ricardo da Silva Ramos é professor da UFRRJ e um dos fundadores da Equoterapia de Seropédica, conta como iniciou este trabalho que tem ajudado centenas de pessoas com necessidades especiais:

O Centro de Formação Interdisciplinar de Equoterapia da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ) fez seis anos de existência em 2018. Nesses seis anos de vivência equoterápica, atendemos mais de 100 crianças e jovens com deficiências, super dotados e com o Transtorno do Espectro Autista (TEA). Hoje a Equoterapia da UFRRJ funciona como um setor e está O Centro de Formação Interdisciplinar de Equoterapia da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ) diretamente O Centro de Formação Interdisciplinar de Equoterapia da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ) à Coordenadoria especial de produção integrada ao ensino, pesquisa e extensão.

O Centro de Formação Interdisciplinar de Equoterapia da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ) surgiu em 2013, no cotidiano do professor José Ricardo da Silva Ramos, professor de Ensino de Educação Física e Psciomotricidade da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (a UFRRJ), que participando das atividades inclusivas com as turmas de Ensino de Educação Física e do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência (o PIBID) percebeu um aluno pré adolescente com traços de autismo, nas aulas de educação física. O fazer pedagógico com um aluno isolado, que não gostava da interação entre os colegas e os bolsistas do PIBID (os pidianos) e que muito pouco falava fez com que o professor e o grupo alunos e de pibidianos, naquela ocasião, buscasse outras práticas alternativas que compusessem um trabalho significativo para ele e outros sujeitos autistas dentro do contexto escolar que faço parte.

Assim, surgiu um tipo de Equoterapia Educacional dentro de uma escola pública que foi possível qualificarmos um trabalho educacionais/reabilitacionais/esportivas com cavalos e sobre cavalos, de um tipo Equoterapia com a interface com as atividades da Educação Física, Pedagogia, Zootecnia, Psicologia, Veterinária e Engenharia Agronômica que buscou que buscou dar legitimidade da atuação de professores e estudantes destes cursos e, conhecer melhor as condições biopsicossociais dos alunos especiais na Equoterapia da UFRRJ.

Começamos com um projeto extencionista do Programa de Apoio à Melhoria do Ensino em Escola da Rede Pública com o apoio da FUNDAÇÃO CARLOS CHAGAS FILHO DE AMPARO À PESQUISA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO – FAPERJ – Edital FAPERJ Nᵒ 34/2013 que teve como escola selecionada o Centro de Atenção Integral a Criança (CAIC) Paulo Dacorso Filho. Uma escola no campus da UFRRJ sediada em Seropédica – Estado do Rio de Janeiro. O projeto tinha como objetivo central a melhoria da aprendizagem escolar de alunos com necessidades educativas especiais ou com problemas acentuados de aprendizagem estritamente adotados como dificuldades vitais na escola selecionada. Para atender os alunos com necessidades educativas especiais na escola o coordenador criou uma pedagogia com os cavalos da UFRRJ com o nome de Equoterapia Educacional – um método educacional de abordagem interdisciplinar que emprega o cavalo em ações pedagógicas, ou seja, o cavalo como agente promotor do alargamento escolarizado da criança especial. Nosso objetivo, neste projeto é exercer ações pedagógicas de atendimento complementar educativo via a Equoterapia, como um tipo de Atendimento Educacional Especializado (AEE), permitindo, desse modo, a seleção de crianças com Transtorno do Espectro Autista (TEA) para esse projeto.

Desde o ano de 2013 que a Equoterapia da UFRRJ recebe apoio de projetos extencionistas da Pró-Reitoria de Extensão da PROEXT – programa de bolsas institucionais de extensão por edital para alunos dos cursos de graduação com professores, estagiários, voluntários e bolsistas de Educação Física, Psicologia, Medicina Veterinária, Zootecnia e Pedagogia.

Promovemos os seguintes eventos: no mês de abril de 2013 o organizamos o Iº Festival de Equoterapia da UFRRJ/ CAIC Paulo Dacorso Filho com professor José Ricardo da Silva Ramos (DTPE-IE- Equoterapia/UFRRJ) e a professora Flávia de Jesus de Almeida (DPA-IZ- Equoterapia/UFRRJ) com um Circuito Equoterápico dentro das dependências do CAIC Paulo Dacorso Filho. Nos dias 02 de julho 03 de julho de 2014 promovemos o IIº Festival de Equoterapia UFRRJ/ CAIC Paulo Dacorso Filho com o tema: PSICOMOTRICIDADE, EQUOTERAPIA E SUAS INTERLOCUÇÕES NA EDUCAÇÃO ESPECIAL com os palestrantes: José Ricardo da Silva Ramos (DTPE-IE- Equoterapia/UFRRJ); Flávia de Jesus de Almeida (DPA-IZ- Equoterapia/UFRRJ); Valéria Marques (DEPSI-IE- Equoterapia/UFRRJ). Com o tema: A EQUOTERAPIA COMO PRÁTICA DE INTERVENÇÃO TERAPÊUTICA as conferencistas a Profª. Drª Vanessa Breia (UERJ – Equoterapia CONVIVER) e a profª. Drª Tânia Frazão (UCB-CERVIM). O IIIº Festival de Equoterapia “EQUOTERAPIA, PSICOMOTRICIDADE E AUTISMO”. Palestrantes: PROF. DR. FERNANDO COPETTI Coordenador do Projeto de Extensão em Equoterapia do Centro de Educação Física e Desportos da UFSM. Autor de vários artigos sobre o tema Equoterapia. PROFª DRª VALÉRIA MARQUES (DPSI-IE UFRRJ – Equoterapia da UFRRJ). Líder do Grupo de Pesquisa em Equoterapia: Campo Interdisciplinar de Educação, Saúde e Desporto – CNPq. Depoimentos de pais sobre a Equoterapia da UFRRJ PROF. LINCOLN MACEDO MOREIRA DE OLIVEIRA: Psicomotricista, Terapeuta, Consultor no tratamento especializado do Universo Inspirado pelo Autismo. PROF. ULISSES COSTA: Autor do livro “Autismo no Brasil” Reconhecido no Brasil pela da militância social e política da pessoa com o Transtorno do Espectro Autista (TEA). O evento foi nos dias 24 e 25 de junho de 2015 no horário de trabalho com cerca de 500 pessoas inscritas. O IV° FESTIVAL DE EQUOTERAPIA DA UFRRJ/CAIC PAULO DACORSO FILHOTEMA: “APRONTEM OS CAVALOS PARA MAIS UMA CONQUISTA”  31/08/2016: EQUOTERAPIA NO BRASIL: DESAFIOS E CONQUISTAS” no período de 31 de agosto e 01 de setembro de 2016com os palestrantes; Coronel SERGIO DE SOUZA CIRILLO Vice-presidente da ANDE-BRASIL; PROF. DR. CARLO SCHMIDT: Psicólogo. Professor da Universidade Federal de Santa Maria. Atua nas áreas de educação e psicologia, com ênfase em Transtornos do Espectro do Autismo, a PROFª  DRª VALÉRIA MARQUES (DPSI-IE UFRRJ – Equoterapia da UFRRJ), Líder do Grupo de Pesquisa em Equoterapia: Campo Interdisciplinar de Educação, Saúde e Desporto – CNPq e o PROF. PROF. CARLOS SANTANA Fisioterapeuta. Professor de Equoterapia da Universidade Salgado de Oliverira Coordenador da Equoterapia do Centro de Hipismo Montes Verdes e no dia Quinta feira: 01 de setembro de 2016 – 08:00 horas – 12:00: A Interdisciplinaridade na Equoterapia da UFRRJ. Com a Exposição oral de alunos/bolsistas Capes, Faperj, Proext/UFRRJe Pibid/UFRRJ/Capes sobre a  Engenharia Agronômica na Equoterapia da UFRRJ, a Zootecnia na Equoterapia da UFRRJ, a Educação Física na Equoterapia da UFRRJ, a Medicina Veterinária na Equoterapia da UFRRJ e a Psicologia na Equoterapia da UFRRJ e uma VIVÊNCIA EQUOTERÁPICA. E no período: 29 de novembro e 30 de novembro de 2017, o V° FESTIVAL DE EQUOTERAPIA DA UFRRJ/CAIC PAULO DACORSO FILHO com o tema: “EQUOTERAPIA, ESCOLA E PRÁTICAS INCLUSIVAS” Cerimonial de Inauguração da Sala de Atendimento da Equoterapia da UFRRJ,uma palestra sobre o:  “O MÉTODO ABA E SUAS ESTRATÉGIAS INCLUSIVAS PARA PESSOAS COM TEA”com a Dinamizadora: Drª MARCIA DANIZETT V. PIERROS. Psicóloga. Terapeuta Cognitiva. ‎ Especializada em ABA (Applied Behavior Analysis), terapia  com ênfase no tratamento de jovens e crianças autistase uma  PRÁTICA EQUOTERÁPICA no Picadeiro do Caic Paulo Dacorso Filho e no dia 30 de novembro de 2017 no AUDITORIO GUSTAVO DUTRA UFRRJ (P1 – GUSTAVÃO)  o tema: EQUOTERAPIA, ESCOLA E PRÁTICAS INCLUSIVAS com os palestrantes:PIETRO MENEZES SANCHEZ  (CPPE/UFRRJ – Equoterapia da UFRRJ). Vice-Coordenador do Centro de Formação Interdisciplinar de Equoterapia da UFRRJ, o PROF. DR. ALLAN DAMASCENO – Coordenador do Curso de Pedagogia da UFRRJ.  Autor de vários artigos e livros sobre Educação Especial e Inclusiva. Líder do LEPEDI e a PROFª DRª MYLENE SANTIAGO – Professora Adjunta do Departamento Sociedade, Educação e Conhecimento da Faculdade de Educação da Universidade Federal Fluminense (UFF) e um VIVÊNCIA EQUOTERÁPICA no Picadeiro da Adur. Realizamos também o Iº, IIº e o IIIº Encontro de Conscientização sobre o Autismo todos os dias 5 de abril desde 2015 no CAIC Paulo Dacorso Filho.

O Professor Doutor José Ricardo da Silva Ramos é professor da UFRRJ. Formado em Equoterapia com o curso básico e avançado pela Ande-Brasil, Instrutor de Equitação. Equoterapeuta, líder do grupo de pesquisa Equoterapia Campo interdisciplinar da saúde, do desporto e da educação – CNPq e Coordenador do Centro de Formação Interdisciplinar de Equoterapia da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ).