A Escola Municipal Crisanto Dias da Silva, do Bairro Campo lindo em Seropédica, realizou nesta terça-feira (25) Culminância do Projeto “Cantando os Encantos de Vinicius de Morais”. 

O evento teve início as 8: horas com a execução do Hino Nacional e o Hino do Município de Seropédica. Dezenas de pais e tutores das crianças vieram assistir as apresentações. Alunos com 6 anos de idade se apresentaram com desenvoltura lendo textos de Vinicius de Morais, mostrando que a escola tem bons professores, e o projeto de leitura tem surtido efeito. Houve várias apresentações teatrais, entre elas a Arca de Noé.

A Diretora Roberta da Silva Gomes, disse a maioria das crianças logo no início de seu aprendizado já estão lendo: “Nós temos 270 alunos, que vai da educação infantil 1, até o 5º ano. Eu penso nos leitores que nós estamos formando, aí aproveitamos e unimos a inauguração da biblioteca que vai ajudar as crianças a ter interesse pela leitura. Escolhemos o poeta Vinicius de Morais para o nome da Biblioteca, e com isso as crianças estão fazendo releitura dos poemas deste grande mestre da literatura”.

“A escola busca conhecer e desenvolver na criança as competências da leitura e da escrita e como a literatura infantil pode influenciar de maneira positiva neste processo. Assim, expressamos sobre a literatura infantil abordando que por ser um instrumento motivador e desafiador, ela é capaz de transformar o indivíduo em um sujeito ativo, responsável pela sua aprendizagem, que sabe compreender o contexto em que vive e modificá-lo de acordo com a sua necessidade” Roberta Gomes.

Vinicius de Moraes

Nasce no dia 19 de outubro de 1913, na Rua Lopes Quintas nº114, no bairro do Jardim Botânico, Rio de Janeiro. Com o nome de batismo Marcus Vinitius da Cruz de Melo Moraes (apenas aos nove anos registra o Vinicius de Moraes), é filho de Lydia Cruz de Moraes e de Clodoaldo Pereira da Silva Moraes.

Em 1922 no ano da Semana de Arte Moderna em São Paulo, do Centenário da Independência comemorado no Rio de Janeiro e do levante dos 18 do Forte de Copacabana, Vinicius já escreve os primeiros versos e poemas no colégio. 

Em 1927 através da amizade com os irmãos Paulo, Haroldo e Oswaldo Tapajós, compõe as primeiras canções. Com amigos do Santo Inácio, forma um pequeno conjunto musical para tocar em festinhas. Além de Paulo e Haroldo Tapajós, também faziam parte colegas como Maurício Joppert e Moacir Veloso Cardoso de Oliveira.

Em 1928 Compõe as primeiras canções. Com Haroldo Tapajós faz “Loura ou Morena” e, com Paulo Tapajós, “Canção da noite” (um “fox-trot brasileiro” e uma “berceuse“, segundo a definição do próprio Vinicius).

Em 1980 mesmo passando por dificuldades com sua saúde, lança, com Toquinho, pela gravadora Ariola, seu derradeiro disco, Um pouco de ilusão. Morre de edema pulmonar no dia 9 de julho em sua casa na Gávea, ao lado de seu parceiro Toquinho e de Gilda Mattoso.