Partindo do pressuposto de que é necessária a inclusão das ações de saúde do trabalhador na Atenção Básica, a fim de que os profissionais e as equipes de saúde  identifiquem e atuem nas situações de riscos à saúde.

A Secretaria Municipal de Saúde, por meio da Vigilância em Saúde do Trabalhador (VISAT), analisando a expansão econômica municipal que tende ao crescimento dos acidentes de trabalho e doenças relacionadas ao trabalho, e visando intervenção nessa realidade, estruturaram e já colocaram em prática a “I Capacitação em Saúde do Trabalhador para os Agentes Comunitários de Saúde em Seropédica”.

Nesse primeiro momento os ACS’s estão sendo capacitados para uma atuação mais efetiva no âmbito da promoção da saúde dos trabalhadores, uma vez que esta é uma das categorias profissionais mais importantes do Sistema Único de Saúde (SUS), além de se constituírem no elo entre a comunidade e os serviços de saúde.

De acordo com a Coordenação da VISAT esta capacitação é de suma importância para um olhar diferenciado dos profissionais no que tange a saúde, doença e trabalho.

Esta Capacitação está acontecendo de forma individualizada de ESF (Estratégia Saúde da Família) em ESF, todas as segundas e quartas-feiras, e teve seu início em março do corrente ano, com término previsto para a segunda quinzena do mês de maio.

A cada encontro estão sendo abordados os seguintes temas: O trabalhador para o SUS, a atuação do ACS em saúde do trabalhador, riscos relacionados ao trabalho e diagnóstico situacional em saúde do trabalhador.

Cabe ressaltar que ainda estão sendo desenvolvidos temas relacionados à atuação do ACS e a promoção de sua saúde, tais como: valorização do trabalho do ACS, desenvolvimento da escuta e perfil de comunicação, sua situação funcional e a necessidade do profissional de saúde estar bem na sua atividade laboral, para cuidar do usuário.

O Secretário de Saúde e Defesa Civil Dr. Artur Corrêa disse: “Este programa de capacitação tem como objetivo aprimorar a qualificação dos profissionais de Saúde na área do trabalho, assim, melhorar a qualidade e a rapidez dos atendimentos aos trabalhadores que procurarem atendimento. Nesse curso específico eles aprendem novas técnicas e procedimentos em emergências. Também ensinamos como avaliar o grau da gravidade do paciente e a importância da rapidez no atendimento”, explicou.

IMG_0348 IMG_0347 IMG_0346 IMG_0345 IMG_0345 (1) IMG_0344 IMG_0331 IMG_0330 IMG_0329 IMG_0328 IMG_0317 IMG_0313 IMG_0311 IMG_0310