A Secretaria de Planejamento e Desenvolvimento Sustentável (SEPLADES) do Município de Seropédica, deu inicio nesta sexta-feira (30), Consulta Pública para revisão do Plano Diretor. O evento foi realizado no Auditório da Secretaria de Educação, Cultura e Esportes.

A apresentação da Consulta Pública foi realizada pela Equipe Técnica do Planejamento (SEPLADES): Amanda (Bióloga e estagiária de Engenharia Florestal) Larissa (Estagiária de comunicação) Felipe Arruda (Estagiário de Engenharia de Agrimensura), Willian (estudante de Direito) Vanessa (Diretora técnica e especialista em Engenharia Ambiental).

  A consulta pública é um procedimento que visa fortalecer o processo democrático através da elaboração conjunta de políticas públicas entre governo de Seropédica, e sociedade.

A Secretária de Planejamento Dra. Cleidy Mary Nunes ao dar início a apresentação da Consulta Pública disse: “O Plano Diretor é um documento regulamentador do planejamento e ordenamento de nosso município. O Plano Diretor tem como objetivo estruturar o crescimento e o desenvolvimento da cidade de maneira organizada ao longo do tempo. Ele define, estabelece e caracteriza a política de desenvolvimento urbano, bem como a maneira de se atingir este objetivo. A proposta inicial é desenvolvida pelo Executivo a partir de estudos técnicos e da coleta das demandas e interesses da sociedade. Em seguida, esta proposta é enviada ao Legislativo, onde é discutida, ajustada e acordada, passando a valer como lei para os anos seguintes. O Plano Diretor não serve somente para informar ao proprietário de um lote o quanto ele pode construir. Ele pode potencializar o papel da cidade dentro do Estado, influenciar e/ou redefinir as edificações e a paisagem urbana; a mobilidade urbana (deslocamentos a pé, de bicicleta, de carro e de ônibus); os espaços públicos; a economia (localização e porte das atividades etc.); a educação (locais para escolas etc.); a saúde (configuração dos espaços urbanos para a qualidade vida das pessoas etc.); a assistência social (locais para creches, albergues etc.); a segurança (constituição de ambientes urbanos mais seguros, etc.); o turismo (locais para reuniões, entretenimento, passeios etc.); dentre vários outros temas”. Destaca a Secretária Cleidy.

O Plano Diretor foi criado no dia 3 de setembro de 2006, de lá para cá, o município passou por várias transformações, como por exemplo, a vinda da Empresa Ciclos (CTR), a construção do Arco Metropolitano, a vinda de empresas etc, com isso a necessidade da revisão do plano Diretor. Muitos municípios cresceram sem ordenamento, e acabou criando favelas com crescimento desordenado. Por isso a necessidade de a população participar do planejamento da nossa cidade.

As próximas reuniões serão comunicadas a população com antecedência.

 

 

Nesta primeira reunião, estiveram presentes representantes da Secretaria de Obras (SMO), Secretaria de Meio Ambiente e Agronegócio (SEMAMA), Secretaria de Governo, Secretaria de Educação, Cultura e Esporte (SMECE), Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos (SMAS-DH), Sindicato dos Mineradores de Areia do Rio de Janeiro (SIMARJ), além de representantes do Conselho da Cidade (CONCIS), do Conselho de Segurança (CSCS), do Sindicato Estadual dos Profissionais de Educação do Rio de Janeiro (SEPERJ), do Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Rio de Janeiro (CBMERJ), da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, como a Professora do Departamento de Ciências Contábeis da UFRRJ, Laura Letsch e Daniella Antunes, da Coordenadoria de Projetos de Engenharia e Arquitetura (COPEA) da UFRRJ.

Faça o seu comentário