Dano Ambiental no Centro de Tratamento de Resíduos de Seropédica, pode ter colocado em risco a existência do maior Aquífero do Rio de Janeiro

A Prefeitura de Seropédica através da Secretaria de Ambiente e Agronegócios, recebeu denuncia anonima neste domingo (21/02) sobre vazamento de chorume no Centro de Tratamento de Resíduos (CTR) de Seropédica. O Secretario de Ambiente e Agronegócios de Seropédica Ademar Quintela informou que era 10:30 horas quando recebeu a denuncia anonima: “Assim que tomei conhecimento, convoquei o Sub-secretario de Ambiente Luciano Santoro e o Veterinário Elineu Souza e fomos fazer a inspeção. logo que chegamos vimos que o valão que passa em frente a CTR estava com chorume, sinalizando o vazamento. A empresa demorou cerca de 20 a 30 minutos para liberar nossa entrada, assim que chegamos no local constatamos que houve um grande vazamento, poluindo os córregos e valões da região, podendo ter contaminado o Aquífero”

Moradores da região informaram que o vazamento tinha iniciado no dia 20, mais ou menos as 19 horas após a chuva que caiu torrencialmente no município. “Agora é isso, quando faz sol e um cheiro insuportável, e quando chove é isso” Morador não quis se identificar.

Ademar Quintela disse que a empresa informou que houve uma queda de energia, e como a chuva que caiu foi de grande volume fez transbordar a Elevatória com possibilidade de 100.000 m³ de chorume ter vazado. O Secretario foi o primeiro a chegar para fazer a fiscalização: “Fizemos 7 notificações e 2 constatações onde foi mensurado o dano ambiental ocorrido, já comunicamos ao INEA que é o órgão responsável pela fiscalização, alem deste fato foi encontrado cachorros e marcas de pata de gado ao redor do córrego e dentro da área da empresa”

Desde o inicio do projeto de instalação desta CTR em Seropédica, o Prefeito Martinazzo, o Secretario de Ambiente Ademar Quintela e a população tinham sido contrários a sua instalação, mas o INEA acabou licenciando, mesmo sabendo dos riscos que corriam ao ter uma quantidade imensa de Lixo sobre o Aquífero. Isto me faz lembrar o acidente ocorrido em Mariana, Minas Gerais, onde muitos órgãos tinha avisado sobre um possível acidente e ninguém fez nada para prevenir.

01726ba9-0e04-4875-bff9-b616f4d17134 2341e5b2-ceed-4b04-9161-55a3599420c2 b9479048-027e-4102-a605-0dd03e15a339