A Prefeitura de Seropédica, através da Secretaria de Ambiente e Agronegócios, tem procurado ajudar os agricultores do município através de várias ações para melhoria da qualidade de vida no campo, conciliando o aumento da renda do produtor rural com a conservação e o uso sustentável dos recursos naturais.

A Secretaria de Ambiente tem um Centro de Vivência das Áreas de Proteção Ambiental no Bairro Carretão, que é usado para dar orientação e fornecer cursos voltados para os agricultores da Região. Constantemente Fabiana Silva, Bióloga e Coordenadora de Educação Ambiental da SEMAMA e a Técnica Ambiental Marilene da Cruz oferecem oficinas de reaproveitamento de matérias e ensinam de como fazer plantio de mudas de plantas medicinais.

Desta vez a parceria foi realizada entre a PrefeituraEMATER e a UFRRJ, atendendo pedido das esposas dos agricultores, que solicitaram um curso de corte e costura. O Consultor do Programa Empreender da EMATERErich Quintella e Silva, entrou em contato com a UFRRJ que enviou a Técnica em Laboratório Área de Economia Doméstica, Luanda dos Santos Alves, que iniciou o curso de Técnicas Básicas de Confecção. Luanda explica que as mulheres reclamaram que os cursos só eram destinados aos homens e que elas queriam um curso para gerar renda.

Outro trabalho realizado pela Secretaria de Ambiente no Bairro Carretão foi arar e gradear algumas propriedades, para incentivar a agricultura orgânica. O agricultor David Silva Magno proprietário do Sitio Nossa Senhora da Conceição disse: “Quero agradecer a Prefeitura de Seropédica por ajudar a nós agricultores, que não temos condições de arar estas terras, agora poderei plantar milho e mandioca” destaca agradecido.

O Prefeito Martinazzo falou que vem dando apoio ao pequeno e médio agricultor: “Trata-se de uma ação desenvolvida pela Prefeitura para ajudar o produtor com o cultivo de alimentos orgânicos. Nem todos os agricultores de nosso município contam com os equipamentos necessários para virar a terra na época do plantio”, afirma o prefeito Martinazzo.

A ação tem o objetivo de aumentar a oferta de gêneros alimentícios, impulsionar a atividade agrícola, movimentar a economia e melhorar a qualidade de vida do homem do campo. O secretário de Ambiente e Agronegócios Ademar Quintella afirmou que a agricultura a cada dia tende a crescer no município.

dsc_0071dsc_0062dsc_0068 dsc_0073 dsc_0074 dsc_0075 dsc_0087 dsc_0089 dsc_0083 dsc_0085 dsc_0093 dsc_0094 dsc_0095 dsc_0096 dsc_0098 dsc_0102 dsc_0101 dsc_0099

 

Elineu deSouza

 

Faça o seu comentário