Muitas mulheres tornam-se viúvas, mas no futuro encontram um novo parceiro. Acontece que algumas encontram uma pessoa para um novo casamento, mas desistem de oficializar a união por acharem que perderão a pensão por morte.

Na verdade um novo casamento não põe fim ao benefício previdenciário pensão por morte. A viúva pensionista não perde seu direito de continuar recebendo a pensão referente ao seu falecido marido.

Contudo, quando esse novo esposo falecer a pensionista deverá optar qual pensão por morte ela deseja receber, do primeiro ou do segundo casamento.aposentado inss