Rio terá feriado prolongado de 10 dias em meio à pandemia

0
1234

Irá começar a partir da próxima sexta-feira (26) e acabar no Domingo de Páscoa (4)

O estado do Rio de Janeiro terá feriado prolongado por 10 dias, o mesmo irá começar a partir da próxima sexta-feira (26) e acabar no Domingo de Páscoa (4). As informações são da GloboNews.
 
O governador em exercício do Rio, Cláudio Castro, o prefeito do Rio, Eduardo Paes, e o prefeito de Niterói, Alex Grael, se reuniram, na manhã deste domingo no Palácio Laranjeiras, em Laranjeiras, Zona Sul, para discutir novas medidas de restrição em combate à pandemia da covid-19, no entanto, nenhuma decisão foi tomada.
 
Um dos assuntos mais discutidos pelos governantes foi a antecipação do feriado. Em uma reunião anterior, que aconteceu entre os três na sexta-feira (19), também não houve acordo.
 
Os prefeitos defenderam medidas mais duras para conter o avanço da covid-19. 
Após a reunião, Paes usou suas redes sociais para comentar o encontro. “Não dá para se imaginar uma situação crítica na rede pública da cidade sem que o mesmo se repita nos demais municípios. Quero lembrar que todos os nossos leitos são regulados pelo governo do Estado, como deve ser em um sistema como o SUS. E assim desejamos manter”, disse.
 
Funcionamento de bares e restaurantes:
– Funcionamento com metade da capacidade;
– Entrada de clientes até 21h;
– Fechamento até 23h;
– Proibido vender bebida alcoólica para clientes em pé;
– Será permitido servir em mesas de até quatro pessoas;
– Drive-thru, delivery e take-away mantidos.
Comércio:
– Shoppings e centros comerciais com 40% da capacidade, das 12h às 20h.
Transportes:
– Manutenção da oferta de transportes públicos das 5h à meia-noite, de segunda a sábado, e das 7h às 23h aos domingos;
– Fiscalização do uso de máscara e álcool em gel nas estações;
– Proibição de fretamento de ônibus intermunicipais e interestaduais, exceto de transporte de trabalhadores.
Ensino:
– Escolas públicas e particulares fechadas.
Indústria:
– Segue as regras dos feriados normais.
 
Fonte: Meia Hora