Agentes estiveram em 15 estabelecimentos no Rio e na Baixada

Nesta quinta-feira (28/01), o Procon Estadual do Rio de Janeiro, vinculado à Secretaria de Desenvolvimento Econômico, realizou ação em conjunto com a Delegacia de Defraudações da Polícia Civilpara averiguar denúncias de irregularidades em estabelecimentos de instalação de GNV. Os agentes fiscalizaram 15 lojas em Campo Grande, Guaratiba, Duque de Caxias e Nova Iguaçu. Desses, dez ficaram interditados pelos fiscais do Procon-RJ e os responsáveis foram encaminhadas para a delegacia. Nove deles não tinham CRI (certificado de registro de instalador), documento emitido pelo INMETRO que autoriza a instalação do gás natural veicular.

A equipe de fiscais do Procon-RJ que vistoriou estabelecimentos em Nova Iguaçu interditou o Dr. Car GNV, a Dutra Gás e a Autorizada. A primeira não possuía certificados e documentos exigidos para o funcionamento do local, bem como aprovação dos Bombeiros, extintores e notas fiscais, e teve cilindro apreendido com indício de irregularidade. Já a segunda, também não possuía CRI, certificado dos Bombeiros, documentação relativa à comprovação de origem e conformidade dos cilindros e, ainda, havia sala no local específica para repintura de cilindros com latas de tintas amarelas e utensílios para pintura. A terceira não possuía CRI e as notas de cilindros estavam emitidas em CNPJ distinto.

Em Campo Grande, quatro estabelecimentos ficaram interditados pelos fiscais do Procon-RJ. A Pioneiro, que não possuía CRI, alvará, certificado dos Bombeiros e CNPJ; a Max GNV, que além de ausência de documentação teve dois redutores apreendidos; a Di Gás sem CRI e a Evolução Gás que não possuía CRI nem Alvará de funcionamento. A loja Pais e Filhos GNV, tinha cilindros sem especificação, comprovação de origem ou conformidade, que foram encaminhados para perícia.

Em Guaratiba, houve duas interdições. A  Brow Z GNV não apresentou nenhuma documentação nem autorização e certificado de registro de instalador, aprovação dos Bombeiros, bem como extintores. A Speed GNV não possuía CRI, aprovação dos Bombeiros, extintores e documentos exigidos para funcionamento, além de não exibir preços em produtos ao consumidor.

A loja Cristiano Romer em Duque de Caxias ficou interditada e teve cilindro apreendido para análise pericial. Os outros dois locais fiscalizados no município, Inove Gás e Evolução Gás, não apresentaram irregularidades.

O presidente do Procon-RJ, Cássio Coelho, adverte “O consumidor deve se atentar ao contratar a instalação do kit gás em seu veículo. Consultar se a empresa é credenciada pelo INMETRO para realizar a instalação. Escolher um instalador registrado que possua CRI ativo e sempre solicitar a nota fiscal do serviço e dos componentes do GNV. Se possível, preferir cilindros novos, pois assim o comprador terá certeza que o equipamento foi aprovado em testes e não apresentam riscos de terem sofrido sinistros”

Locais fiscalizados
Nova Iguaçu
1- Dr Car (Rua Ines, 207 – Bairro da Prata): Ausência de certificados e documentos exigidos para o funcionamento do local, bem como aprovação dos Bombeiros, extintores e notas fiscais. Cilindro apreendido com indício de irregularidade. Interditado.
2 – Dutra GNV (Rua Alexandre Fleming, 1960 – Vila Nova): Ausência de CRI, certificado dos Bombeiros, documentação relativa à comprovação de origem e conformidade dos cilindro. Havia sala no local específica para repintura de cilindros com latas de tintas amarelas e utensílios para pintura. Interditado.
3- Autorizada (Rua Oscar Soares, 859 – Centro): Ausência de CRI, cilindros com nota emitida em outro CNPJ. Interditado.
4 – Inove ( Rua Oscar Soares, 1630 – Centro ): não houve irregularidades
5 – Bell Gás (Estrada Dr Plínio Casado, 4296 – Centro Belford Roxo): não houve irregularidades.

Campo Grande
1- Di Gás (Estrada da Caroba, 360): Ausência de CRI, interditado.
2 – Maxx GNV (Estrada do Mendanha, 537): Não possui CRI, alvará, certificado dos Bombeiros, nota fiscal emitida em CNPJ diferente. Dois redutores apreendidos sem comprovação de origem e conformidade. Interditado.
3 – Pais e Filhos GNV (Estrada do Mendanha, 978): cilindros sem especificação, comprovação de origem ou conformidade encaminhados para perícia.
4 – Evolução do Gás (Estrada Campinho, 2196): Ausência do CRI e Alvará de funcionamento. Interditado.
5 – Pioneiro   (Estrada Campinho, 202A): Não possui CRI, alvará, certificado dos Bombeiros e CNPJ. Interditado.

Guaratiba 
1 – Brow Z GNV (Estrada do Magarça, 329): não apresentou nenhuma documentação do estabelecimento, nem autorização e certificado de registro de instalador, ausência de aprovação dos Bombeiros bem como extintores, estabelecimento interditado.
2 – Speed GNV  (Estrada do Magarça, 1435): Ausência de CRI, de aprovação dos Bombeiros, de extintores, de documentos exigidos para funcionamento, produtos sem preços ao consumidor. Interditado

Duque de Caxias
1 – Inove Gás (Av. Brigadeiro Lima e Silva, 1759 –  Jardim 25 de Agosto): Não houve irregularidades
2 – Evolução Gás  (Av. Brigadeiro Lima e Silva, 252 –  Jardim 25 de Agosto):  Não houve irregularidades
3 – Cristiano Romer (Av. Mal. Floriano, 627 – Jardim 25 de Agosto): Cilindro apreendido para análise, ausência de documentação, interditado.