A Prefeitura de Seropédica através da Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos comemorou nesta quarta-feira (21) o Dia Nacional de Luta da Pessoa Portadora de Deficiência. A data foi instituída pela Lei nº 11.133/2005, com o objetivo de conscientizar a população de que as pessoas com deficiência devem ter seus direitos respeitados.

O Evento aconteceu na Praça Nildo Romano em frente à Câmara de Vereadores.

A Coordenadora da Divisão de Atenção à Pessoa com Deficiência (DAPD), Jocilene Leal Tavares Dantas, realizou um experimento colocando uma venda nos olhos das pessoas para verem as dificuldades de um cego, onde em um caixa colocou pétalas de rosas, em outra caixa, pedras, em outra caixa ervas para sentir o cheiro, e um livro com escritas em braile. Em outro experimento usou fone de ouvido para demonstração da comunicação de uma pessoa surda. As pessoas que apresentam essa deficiência geralmente se comunicam através de gestos, numa linguagem própria, feita através de sinais. Essa linguagem recebe a nomenclatura de Língua Brasileira de Sinais, mais conhecida como LIBRAS.

Jocilene destacou que a Divisão de Atenção à Pessoa com Deficiência (DAPD), tem por objetivo coordenar, planejar, executar e fiscalizar questões ligadas ao segmento, além de auxiliar os seropedicenses que têm direito ao Benefício de Prestação Continuada (BPC) desde seu requerimento até a concessão.

O evento teve apoio da CEDAE com distribuição de água, e da Secretarias de Comunicação e Eventos e Secretaria de Segurança e Ordem Pública.