Hoje é celebrado o Dia de Reis

0
29

O Dia de Reis é uma celebração, presente no calendário religioso da Igreja Católica, realizada em 6 de janeiro e marcada por festas e tradições típicas.

“O Dia de Reis é uma celebração religiosa realizada em nosso país no dia 6 de janeiro e relembra a viagem de reis magos, oriundos do Oriente, para conhecer e homenagear o menino Jesus. Essa história é narrada no texto bíblico, embora não tenhamos detalhes da origem, da posição social nem de quantos magos eram.

Aqui no Brasil, a celebração do Dia de Reis foi trazida pelos portugueses durante a colonização e tornou-se uma parte importante da cultura brasileira. Em determinadas regiões, as tradições do Dia de Reis são parte do patrimônio cultural imaterial. Uma das tradições mais comuns do Dia de Reis são as apresentações do Terno de Reis.”

“O que é o Dia de Reis?

Pessoas celebrando o Dia de Reis na Folia de Reis.

O Dia de Reis é uma data comemorativa, presente no calendário litúrgico da Igreja Católica, celebrada no dia 6 de janeiro. Essa data celebra a aparição dos reis magos ao local de nascimento de Jesus Cristo com o objetivo de prestar culto e ofertar presentes. Esse acontecimento também é entendido como a primeira aparição do messias.

A data comemorativa também é chamada de Solenidade da Epifania do Senhor, sendo o momento em que se encerra a Epifania, período no calendário litúrgico que é entendido como a primeira manifestação de Cristo. O Dia de Reis é também marca o encerramento do período natalino, sendo a ocasião em que as decorações desse período, como os presépios e as árvores de Natal, são desmontadas.

O Dia de Reis é celebrado 12 dias depois do nascimento de Jesus Cristo, o Natal. A celebração dos reis magos é baseada no texto bíblico, em especial no Evangelho de Mateus, que narra a ida desses magos do Oriente até Belém. A celebração do Dia de Reis foi trazida para o Brasil por colonos portugueses e atualmente é uma das manifestações folclóricas mais significativas de nosso país.

Tradições do Dia de Reis

Pessoas integrantes do Terno de Reis na Folia de Reis, uma das principais tradições do Dia de Reis.

As apresentações do Terno de Reis são uma das principais tradições do Dia de Reis. [2]
As celebrações do Dia de Reis são conhecidas popularmente como Folia de Reis ou Reisado e estão difundidas por diferentes regiões do país. Uma das práticas mais consolidadas da celebração do Dia de Reis são as visitações que grupos musicais chamados Terno de Reis costumam fazer às residências.

Essas visitas são marcadas por cantorias, e as canções possuem letras religiosas. Em troca, os grupos recebem a doação de alimentos. Esses grupos podem ser formados também por dançarinos e contam com instrumentistas, todos eles usando trajes tradicionais da festa. Os alimentos arrecadados, geralmente, são direcionados para caridade.

As apresentações da Folia de Reis não se resumem ao dia 6 de janeiro, mas acontecem desde o final de dezembro. Outra tradição popular do Dia de Reis é o Boi de Reis, um folguedo que é praticado durante o período natalino até o dia 6 de janeiro.

Podem existir variações na forma como a festa é celebrada, e em algumas cidades do país as tradições do Dia de Reis são consideradas patrimônio cultural imaterial. As celebrações do Dia de Reis se encerram com a realização de missas.

Quem são os reis magos lembrados no Dia de Reis?

O Dia de Reis é uma celebração que relembra a viagem e a visitação dos reis magos a Jesus, ainda uma criança recém-nascida. Jesus estava em Belém, e os reis magos chegaram ofertando presentes a ele, sendo que estes eram incenso, mirra e ouro. A tradição bíblica considera essa a primeira aparição de Jesus enquanto messias.

O entendimento que se tem do texto bíblico é de que a menção a eles como magos devia-se ao fato de serem sábios oriundos do Oriente. O relato sobre os reis magos na Bíblia é encontrado no livro de Mateus, e lá não há menção de que esses magos seriam reis. Acredita-se, portanto, que essa ideia deles como reis tenha sido adicionada à tradição religiosa cristã durante a Idade Média.

Existe também uma interpretação que os associa com o zoroastrismo, religião tradicional da Pérsia, região de onde supostamente os magos teriam vindo. Por sua vez, outros relatos apontam diferentes origens dos reis magos. Além disso, foi na Idade Média também que se estabeleceram os nomes desses magos.

O texto bíblico não falava os nomes desses magos, mas na Idade Média (ano 500) foi redigido um documento que mencionava os nomes de Baltasar, Gaspar e Melchior (podendo ser Belchior em algumas traduções). Esse documento tem autoria desconhecida, e não se sabe se esses nomes já circulavam na tradição religiosa da época.

Outro mistério é o total de reis magos, porque o texto bíblico não fala a quantidade de magos que foram guiados por uma estrela até Jesus. Foi convencionado na tradição cristã falar em três reis magos porque o total de presentes entregues foi de três.”

Fonte: Brasil Escola